Em conferência de imprensa no Ministério da Saúde, Graça Freitas afirmou que “foi detetado um foco e estão a ser feitos testes”.

“Sabemos já que foram retirados os doentes das áreas consideradas afetadas e todos os profissionais de saúde e doentes envolvidos vão fazer testes, mas neste momento ainda é precoce dizer o número de casos”, afirmou.

Graça Freitas referiu que, além dos testes, os serviços do hospital se estão a “organizar para separar as pessoas que já foram detetadas como positivas e, provavelmente, os seus contactos também”.

Pelo menos três doentes infetados

Segundo o jornal Correio da Manhã, pelo menos três doentes foram infetados nos serviços de Urologia e Cirurgia.

A pandemia de COVID-19 já provocou mais de 544 mil mortos e infetou mais de 11,85 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.631 pessoas das 44.859 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Vídeo - O ar dentro de um avião: como são eliminados vírus e bactérias?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.