A informação foi confirmada pela Secretaria regional de Saúde à agência espanhola EFE, indicando que a pessoa em questão está internada no Hospital Virgen del Rocío de Sevilha e está a receber tratamento.

Após a confirmação do caso, o comité consultivo para o novo coronavírus na Andaluzia irá reunir-se hoje à tarde, remetendo mais informações para depois da reunião. 

Recomendações da Direção-Geral da Saúde (DGS)

  • Caso apresente sintomas de doença respiratória, as autoridades aconselham a que contacte a Saúde 24 (808 24 24 24). Caso se dirija a uma unidade de saúde deve informar de imediato o segurança ou o administrativo.
  • Evitar o contacto próximo com pessoas que sofram de infeções respiratórias agudas; evitar o contacto próximo com quem tem febre ou tosse;
  • Lavar frequentemente as mãos, especialmente após contacto direto com pessoas doentes, com detergente, sabão ou soluções à base de álcool;
  • Lavar as mãos sempre que se assoar, espirrar ou tossir;
  • Evitar o contacto direito com animais vivos em mercados de áreas afetadas por surtos;
  • Adotar medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e boca quando espirrar ou tossir (com lenço de papel ou com o braço, nunca com as mãos; deitar o lenço de papel no lixo);
  • Seguir as recomendações das autoridades de saúde do país onde se encontra.

Espanha está entre os países com nível de risco “moderado” de contágio desde a passada segunda-feira (dia 24) após a progressão do novo coronavírus em Itália e o caso de um turista italiano que esteve hospedado num hotel em Adeje (Tenerife), situação que levou ao isolamento de cerca de mil turistas alojados naquela unidade hoteleira por indicação das autoridades sanitárias.

O Ministério da Saúde espanhol, através do diretor do Centro de Coordenação de Alertas e de Emergências Sanitárias, Fernando Simón, anunciou hoje que o nível de risco “moderado” será mantido, de forma a garantir a identificação precoce de eventuais casos no país, que já contabiliza um total de 10 casos de infeção.

Este número global já contabiliza o caso detetado na Andaluzia e um segundo caso de infeção confirmado hoje na Catalunha: um jovem de 22 anos que recentemente viajou para Itália.

Em declarações em Madrid, Fernando Simón assinalou que o risco é moderado, realçando, no entanto, que não é uma situação aplicada a todo o país e que nas zonas onde não há casos positivos o risco é baixo.

Veja em baixo o mapa interativo com os casos de coronavírus confirmados até agora

Se não conseguir ver o mapa desenvolvido pela Universidade Johns Hopkins, siga para este link.

Os novos casos na Andaluzia e na Catalunha ainda não eram conhecidos quando Fernando Simón prestou hoje declarações na capital espanhola.

Na altura, o responsável indicou que os casos de infeção confirmados em Espanha tinham sido todos importados, enumerando as zonas afetadas: quatro em Tenerife, um em Castellón, dois em Madrid e outro em Barcelona.

O novo coronavírus Covid-2019 foi detetado pela primeira vez no final do ano em Wuhan, na província de Hubei (centro da China).

Desde então, e a par do território continental da China e das regiões chinesas de Macau e Hong Kong, foram confirmados outros casos de infeção do novo coronavírus em cerca de 40 países e territórios.

O Covid-19 já infetou mais de 80.000 pessoas em todo o mundo, segundo os números das autoridades de saúde dos países e territórios afetados.

Depois da China continental, Japão, Coreia do Sul, Singapura, Itália e Irão são os países e territórios com mais casos de infeção.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) avisou na segunda-feira que o mundo tem de se preparar para uma “eventual pandemia” do novo coronavírus, considerando “muito preocupante” o “aumento repentino” de casos em Itália, Coreia do Sul e Irão.

Como se transmite um coronavírus?

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.