A ação acontece em “simultâneo em Faro e Portimão”, como resultado de um “pedido e em colaboração” com a Ordem dos Médicos (OM) - responsável por “elaborar as listas” - e o Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA), revelou hoje a presidente da administração.

“Hoje faremos aos médicos que têm mais de 65 anos e amanhã [quarta-feira] aos restantes, por serem vacinas diferentes, hoje com vacinas da Pfizer e amanhã da AstraZeneca”, afirmou Ana Castro.

São “cerca de 200” entre Faro e Portimão e que exercem a sua atividade fora do SNS e “por isso estão a ser vacinados dentro deste projeto” já que “os do SNS já foram vacinados dentro das prioridades que tinham”, realçou a responsável, que falava aos jornalistas, no Hospital de Faro, à margem da ação de vacinação.

Para o bastonário da OM, Miguel Guimarães, presente na ação, este “é um passo importante”, que teve início “este fim de semana no Porto”, realçando que é necessário ter “todas as pessoas preparadas” para “defender todos os doentes”.

“De cada vez que estamos a vacinar um médico, estamos a proteger muitos doentes, todos os que o médico vai contactar no dia-a-dia”, realçou.

O bastonário disse ainda que a Ordem manifestou a preocupação pela não vacinação dos profissionais que contactam como os doentes “fora do SNS”, num desafio que foi “aceite pelo novo coordenador da ’task force’”, o qual pediu à ordem para elaborar as listas dos médicos a vacinar.

Neste momento, as listas somam 4200 clínicos, mas o número deverá aumentar, já que há médicos que estão a contactar a ordem porque contraíram a doença e terão a sua vacinação adiada “para o princípio de abril, de acordo com as regras do SNS”, avançou.

Quanto a outros profissionais de saúde que exercem a atividade fora do SNS, o presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) Algarve, presente na ação, informou ter sido contactado por outras ordens profissionais para que sejam “criadas listagens” de vacinação e adiantou que o processo já se iniciou.

“Já começamos a vacinar os profissionais dos hospitais privados da região. Já vacinámos os do Lusíadas e amanhã [quarta-feira] chegam vacinas para os do Hospital Privado do Algarve e para o Hospital de Loulé”, afirmou Paulo Morgado.

O responsável adiantou que a ARS está a identificar estes profissionais e alguns “serão vacinados nos centros de saúde da região”, assim como os 268 dentistas que Ordem dos Médicos Dentistas “identificou na região”.

Portugal registou hoje 38 mortes relacionadas com a covid-19 e 691 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O boletim da DGS revela também que estão internados 1.997 doentes (menos 170 do que na segunda-feira), o valor mais baixo desde 30 de outubro, dia em que estavam hospitalizadas 1.972 pessoas.

Nos cuidados intensivos Portugal tem hoje 446 doentes, menos 23 em relação a segunda-feira.

Os dados indicam ainda que 3.230 pessoas foram dadas como recuperadas, fazendo subir para 723.465 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.