O 20º Congresso da European Sleep Research Society (ESRS) decorre a partir desta terça-feira na Feira Internacional de Lisboa (FIL), contando com a presença de especialistas nacionais e internacionais em matérias do sono.

A iniciativa, que ocupará o Centro de Congressos de Lisboa, vai debater a Apneia do Sono, entre outras doenças relacionadas com o sono, que «afectam cerca de 5 por cento da população mundial», segundo a organização.

O Síndrome de Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS) é um distúrbio do sono, que afecta pelo menos 4% dos homens e 2% das mulheres. A SAOS caracteriza-se por episódios repetidos de estreitamento ou colapso das vias aéreas superiores (orofaringe) durante o sono, levando à obstrução da passagem do ar, acompanhado de alterações nas trocas gasosas (oxigénio).

Estes episódios provocam rotura no sono (microdespertares), alterando toda a estrutura do mesmo, contribuindo assim, para uma sonolência diurna excessiva e alterações cognitivas, originando desta forma uma diminuição da concentração e vigilância.

Um estudo português demonstrou que 21 parceiros de doentes com SAOS, após estes iniciarem tratamento com Pressão Aérea Positiva e Contínua (CPAP), viram a qualidade de vida dos parceiros melhorar, «especialmente ao nível da sonolência durante o dia, ansiedade, nível de actividade, função física, desempenho físico e vitalidade». Os resultados mostraram ainda uma «melhoria na estrutura do sono, do estado de alerta e de disposição/humor».

Consulte mais informações no site oficial.

2010-09-14

Fonte: Lusa

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.