O documento, elaborado pela Unidade Central de Gestão de Inscritos para Cirurgia dos Açores (criada pelo Governo Regional), foi hoje divulgado e assinala que foram operados 8.679 utentes no Serviço Regional de Saúde (SRS) em 2019, o que representa um acréscimo de 8,5%, (mais 735 utentes) face a 2018.

Segundo o mesmo boletim, o número de utentes inscritos para cirurgias programadas também aumentou o ano passado (2,5%) em comparação com 2018, fixando-se em 12.269.

Quanto ao tempo médio de espera em lista de inscritos para cirurgia, o relatório aponta uma redução em 2,5% (14 dias) quando comparado a dezembro de 2018.

O boletim é publicado mensalmente e também estabelece a comparação entre os últimos dois meses.

Na comparação entre novembro e dezembro de 2019, o tempo médio de espera na lista de inscritos para cirurgia aumentou quatro dias em dezembro quando comparado com o mês anterior, passando de 462 para 466 dias.

"No que concerne ao tempo médio de espera em lista de inscritos para cirurgia, verificou-se um ligeiro aumento de quatro dias para a globalidade do SRS, em dezembro de 2019, e simultaneamente uma diminuição desta métrica ao nível do HSEIT, EPER [Hospital Santo Espírito, na Terceira] comparativamente ao mês de novembro de 2019", lê-se no relatório.

Neste indicador, o Hospital Santo Espírito reduziu de 369 dias para 355 dias, o Hospital Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, aumentou de 505 para 511 dias e o Hospital da Horta passou de 314 para 327 dias.

Em dezembro do ano passado, o número de propostas cirúrgicas subiu na totalidade do SRS, passando de 12.245 para 12.269, em comparação com o mês anterior, devido aos aumentos nos hospitais da ilha Terceira (de 1.900 para 1.928) e da Horta (de 1.400 para 1.412), enquanto o hospital de Ponta Delgada apresentou uma diminuição no número de propostas cirúrgicas (de 8.938 para 8.929).

Ao nível de novas entradas para a lista de inscritos para cirurgia, as três unidades hospitalares dos Açores apresentaram reduções, sendo que, no total, em dezembro foram registadas 794 novas entradas no SRS, enquanto em novembro tinha sido registadas 1.142.

O tempo médio de espera desde que os utentes foram inscritos na lista para cirurgia até ao dia da intervenção foi reduzido em dezembro (passou de 327 dias em novembro para 289 dias), sendo que apenas o Hospital Santo Espírito aumentou de 201 para 239 dias.

Já o Hospital Divino Espírito Santo passou de 423 para 346 dias, enquanto o Hospital da Horta reduziu de 235 para 231 dias.

Quanto à percentagem de utentes operados dentro do tempo máximo de resposta garantido, o mês de dezembro registou uma melhoria, passando de 53,5% para 60,5% de cirurgias dentro do tempo em causa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.