Em destaque

O hummus mais cremoso e delicioso do mundo

A receita é maravilhosa e é do genial chefe israelita Michael Solomonov, responsável pelo não menos genial restaurante Zahav, em Filadélfia, nos Estados Unidos. Mas vamos deixar-nos de conversa e passar à ação.

Ingredientes

Grão-de-bico seco 200 g
Bicarbonato de Sódio 2 colheres de chá
Dentes de alho com casca 4
Sumo de limão espremido no momento 80 ml
Flor de Sal 1 colher de chá
Tahini (pasta de sésamo) de boa qualidade 150 g
Uma pitada de cominhos ralados -
Azeite um fio generoso
Salsa picada Paprica
Paprica usar a gosto

Preparação

Diz-nos "Ele", do Casal Mistério: "Pare! Antes de começar a barafustar contra este género de títulos definitivos e ligeiramente irritantes (eu sei, admito), deixe-me explicar: a revista "Bon Appétit" - que está para o mundo da culinária como o "Dicionário de Etiqueta", da Paula Bobone, está para o mundo do Cláudio Ramos — escolheu esta receita para o top das melhores de entre as melhores.

Mas não é só. O conceituado site Food52 diz que é simplesmente genial. E os críticos gastronómicos não se cansam de elogiar a sua textura do tipo creme de pasteleiro, a leveza do tipo nuvem e o seu sabor do tipo viciante. Perante todos estes «tipos» (peço desculpa, pareço os nossos filhos a falarem), não tive outra alternativa senão apresentar-me aqui hoje, com um braço ao pescoço, para assumir que, de facto, tive de escrever este título.

Comecemos:

Um dos segredos desta receita é deixar o grão submerso em bicarbonato de sódio e água. É isso que vai tornar a pele do grão muitíssimo mais suave do que normalmente é, aumentando o seu pH. Por isso, comece por colocar, numa taça grande, em cima do balcão da cozinha, o grão com uma colher de chá de bicarbonato de sódio e muita água. Deixe assim de um dia para o outro. O grão vai aumentar, quase duplicando o seu volume, por isso ponha bastante água.

No dia seguinte, escorra o grão e coloque-o numa panela com a outra colher de chá de bicarbonato de sódio, cobrindo com água dez centímetros acima. Acenda o lume no máximo até levantar fervura, enquanto vai retirando as partículas que sobem à superfície. Baixe o lume para médio, tape a panela e deixe cozer durante uma hora e pouco, até o grão ficar bem tenrinho.

Agora, o segundo segredo: para o hummus ficar bem cremoso, o grão tem de ser cozido bastante tempo e ficar mesmo a desfazer-se. Quando estiver pronto, escorra.

Enquanto o grão coze, vamos para o terceiro segredo: para ficar com o tal sabor viciante, não descasque os dentes de alho. Coloque-os com casca num processador ou na Bimby com o sumo de limão e uma colher de chá de flor de sal e pique tudo até ficar com um puré. Deixe assentar durante dez minutos para maturar os aromas e só depois é que vai passar esta mistura por um passador fininho novamente para o processador, pressionando bem para aproveitar o máximo de sumo possível.

Deite fora a parte sólida do puré de alho e junto o tahini ao líquido. Enquanto tritura tudo, acrescente 6 centilitros de água gelada. Quando o creme estiver suave, acrescente o grão e os cominhos e deixe triturar durante vários minutos. E finalmente chegámos ao último segredo: tem de triturar o grão durante muito mais tempo do que o faz habitualmente. Pare só quando tiver atingido um creme aveludado e hípersuave de que lhe falei. Acerte o tempero com mais um pouco de flor de sal, sumo de limão e cominhos, se gostar, e sirva com paprica salpicada por cima, salsa picada e um bom azeite a gosto.

Esta receita é parte integrante do livro "As 99 Melhores Receitas do Casal Mistério

Receita do parceiro
J.M.A

Em destaque

Vídeos

Reparámos que tem um Ad Blocker ativo.

A informação tem valor. Considere apoiar este projeto desligando o seu Ad Blocker.

Pode também apoiar-nos subscrevendo a nossa , as nossas notificações ou seguindo-nos nas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter.