O workshop estará dividido em dois dias: no primeiro, a 10 de setembro, das 17h00 às 20h00 (Rua Vasco Santana, 70-MO, Senhora da Hora, Matosinhos), os participantes farão duas taças de chá (chawan) em Raku, uma forma mais natural de trabalhar o barro. Esta técnica cerâmica originária do Japão, onde surgiu no século XVI, foi desde o início associada à cerimónia do chá. No atelier do ceramista João Carqueijeiro, em Matosinhos, cada pessoa modulará duas taças de chá destinadas à cerimónia.

No segundo dia, 12 de setembro, das 14h00 às 19h00 já na plantação Chá Camélia, no Fornelo (Rua das Escolas Novas, nº 605), os participantes irão vidrar as suas taças e queimá-las diretamente no fogo. Depois, esta criação será celebrada com um ritual do chá inspirado na cerimónia japonesa, conduzido por Erika Kobayashi.

Workshop de cultura japonesa e visita à única plantação de chá na Europa continental são o convite da Chá Camélia
créditos: Chá Camélia

“Este workshop pretende unir dois mundos que se complementam – o da cerâmica, cuja arte também nasce das mãos de cada um, e o do chá, universo intimista e muito pessoal”, afirma Nina Gruntkowski, fundadora da Chá Camélia em parceria com Dirk Niepoort. “Achámos que fazia sentido juntá-los, e proporcionar momentos memoráveis e bem passados”.

O workshop está limitado a 12 participações com o preço de 100 euros por pessoa. Inscrições em info@chacamelia.com

Workshop de cultura japonesa e visita à única plantação de chá na Europa continental são o convite da Chá Camélia
créditos: Chá Camélia

Em 2011, Nina e Dirk tiveram a ideia de plantar chá em Portugal ainda no jardim de sua casa, no Porto. Aí, os primeiros 200 pés de Camellia sinensis, a planta do chá, foram plantados e cuidados com dedicação.

Três anos volvidos, em 2014, os pés da planta de chá foram mudados para o terreno de Fornelo (freguesia de Vila do Conde). Nascia a plantação de Chá Camélia, única na Europa continental (nos Açores, na Ilha de São Miguel, encontramos a plantação de chá Gorreana, de escala industrial).

Em 2019, surgia a primeira produção de chá verde na Chá Camélia. Doze quilos de chá seco a partir de quase 60 quilos de folhas frescas – tudo feito à mão, artesanalmente.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.