Este é um concurso que nasceu para motivar os produtores a manterem os modos de produção tradicionais, seguindo as receitas e os ingredientes genuínos ligados à nossa doçaria natalícia.

Desta forma, para poder participar no concurso, o produtor de bolo rei (também de bolo rainha, bolo rei escangalhado, trança de natal) terá de beneficiar do uso da marca coletiva de associação, “É QUALIFICADO”. Terá, ainda, de demonstrar que o seu produto continua a seguir o modo de produção tradicional. Ver regulamento completo aqui.

As inscrições no concurso estão abertas até 20 de novembro.

Antecedendo o Natal, o Centro Nacional de Exposições (CNEMA) vai ser palco de outras competições: a 26 de novembro, o 4º Concurso Nacional de Doces de Fruta Tradicionais Portugueses. A 27 de novembro decorre o 4º Concurso Nacional de Frutos Secos Tradicionais Portuguese.

Na edição de 2014, a Padaria e Pastelaria Flor de Aveiro (Aveiro) venceu a Medalha de Ouro na categoria “Bolo Rei” enquanto a Pousadinha de Cacilda Amaral Craveiro Correia (Tentúgal - Coimbra) e a Briosa do Mondego (Coimbra) conquistaram ex-aequo a Medalha de Prata na categoria “Bolo Rainha”.

As competições decorrem no âmbito da 53ª Feira Nacional de Agricultura / 63ª Feira do Ribatejo. Os concursos são uma realização conjunta do CNEMA e da Qualifica - Associação Nacional de Municípios e de Produtores para a Valorização e Qualificação dos Produtos Tradicionais Portugueses.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.