A Bairrada e Monção/Melgaço, ambas produtoras de vinhos verdes, eram as outras concorrentes ao selo de Cidade Europeia do Vinho, mas acabou por ser a localidade alentejana a escolhida pela RECEVIN, a rede europeia de cidades do vinho.

A candidatura apresentada propõe a criação de ações de valorização da cultura vitivinícola, o estreitamento de sinergias e o desenvolvimento de iniciativas promocionais com os agentes do sector, assim como com as restantes regiões de vinho europeias.

A entrega do título “Cidade Europeia do Vinho 2015” está agendada para fevereiro de 2015. Reguengos de Monsaraz irá acolher, ao longo do próximo ano, a Gala Anual da Cidade Europeia do Vinho, os Congressos Internacionais da Vinha e do Vinho e das Polifonias, o Encontro Europeu de Confrarias Enogastronómicas, o Mercado Esporão Slow Food Alentejo ou a dinamização de estágios para jovens viticultores europeus com seminários dirigidos por especialistas.

Recorde-se que o Alentejo foi apontado, em agosto de 2014, como a melhor região vinícola do mundo para visitar, numa votação promovida pelo USA Today, um dos jornais americanos com maior circulação.

A Herdade do Esporão (na foto), Adega do Calisto, Adega José de Sousa, CARMIM e Granacer são as entidades com atividades de enoturismo listadas no site da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.