Produzida com ovos, açúcar, leite, farinha, limão, frutos secos, baunilha e fermento, a Trouxa da Malveira é doce há muito apreciado naquela freguesia do concelho de Mafra. A recordar-nos um dos símbolos da doçaria local, a Pastelaria Batalha, organiza o Festival das Trouxas, momento para saborear aquela especialidade no seu formato original, mas também com algumas inovações pensadas e desenvolvidas pelo empresário João Batalha e a sua equipa.

Entre as inovações à prova de 21 a 23 de janeiro, estarão sabores como Chocolate, Ferrero Rocher, Café, Frutos Tropicais, Frutos do Bosque, Caramelo Salgado e uma combinação singular, a trouxa “Amor Perfeito” com recheio de Petazetas para deixar o paladar a palpitar. Trouxas que, informa a Pastelaria Batalha, terão o valor 1,20 euros a unidade.

Pastelaria organiza Festival das Trouxas da Malveira e apresenta recheios surpreendentes
créditos: Pastelaria Batalha

A Trouxa da Malveira, assim lemos na página do município de Mafra, “deriva de uma receita conventual, do convento de Odivelas, trazida para a Malveira pela fundadora da Fábrica das Trouxas, que ali trabalhava para as freiras, e produzida desde então, em 1906. A presente designação desta torta surgiu em 1952 e é atribuída à afilhada da fundadora, que para o efeito se terá inspirado na figura das lavadeiras saloias, que por ali passavam, nas suas deslocações à capital, com as trouxas de roupa à cabeça”.

Recorde-se que a Pastelaria Batalha (Av. José Franco Canas, nº 1), no concelho de Mafra, conquistou prémios de melhor Pastel de Natal, melhor Pastel de Feijão, Queijadas, melhor Bolo Rei e Pão Saloio nos últimos anos.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.