Quem lhes conhece o sabor e a textura, sabe que à massa folhada exterior se junta um recheio de creme de ovo e amêndoa. Não falta aos travesseiros da Casa da Piriquita, em Sintra, um ingrediente secreto.

Pastelaria que traz história: na década de 1940, durante a Segunda Guerra Mundial, a Casa Piriquita sentiu necessidade em inovar, face às dificuldades vividas naquele período. Constância Luísa Cunha, filha da fundadora, ao ler um livro de receitas antigo, deparou-se com a receita do Travesseiro. Especialidade que volvidos perto de 80 anos, continua a ser o doce emblemático da casa fundada em 1862.

Para que esta, assim como outras gulodices que saem da vila de Sintra, não nos faltem em confinamento, a Piriquita está a expedir a sua pastelaria para todo o país.

No site da empresa encontramos não sós os travesseiros, vendidos em caixas de quatro unidades (6,00 euros) e em formato XL (23,00 euros), mas também Queijadas da Casa Piriquita (4,70 euros/seis unidades), Pastel de Sintra (1,40 euros/unidade), Tarte de Queijada (23,00 euros), entre outras sugestões.

A Casa Piriquita (Rua das Padarias 1/18, Sintra), informa que faz entregas em Portugal continental, sendo o custo de envio grátis para encomendas acima de 19,99 euros na Grande Lisboa.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.