Cinco novos vinhos vieram enriquecer a gama de vinhos do Ribatejo. Produzidos pela Encosta do Sobral, as novidades distinguem-se de outros vinhos da região por serem produzidos a uma altitude superior (300 metros), numa topografia de encostas acentuadas e soalheiras. Além disso, a Quinta do Sobral aposta na colaboração com o Instituto Superior de Agronomia, contando com a mais recente tecnologia na produção dos seus vinhos.
O branco de 2006 e os cinco tintos de 2005 apresentados recentemente estão prestes a ser lançados no mercado, aguardando-se apenas o engarrafamento do Encosta do Sobral Branco. Fica aqui uma breve apresentação dos vinhos segundo os enólogos responsáveis:
Encosta do Sobral Branco 2006
Castas: Fernão Pires, Arinto e Malvasia
Teor Alcoólico: 13%
Análise sensorial: Cor aberta, aroma intenso a fruta fresca, elegante e com um toque final de baunilha. Na boca apresenta-se equilibrado, fresco, persistente e com final de boca longo.
Consumo: Entre os 10ºC e os 12ºC
Encosta do Sobral Tinto 2005
Castas: Castelão, Cabernet-Sauvignon e Touriga Nacional
Teor Alcoólico: 13%
Análise sensorial: Cor vermelha vivo, ao nariz frutos silvestres e alguns frutos secos. Na boca, equilibrado, suave com taninos presentes, persistentes e final de boca profundo.
Consumo: Entre os 16ºC e os 18ºC
Cabeço da Pedra 2005
Castas: Castelão, Tinta Roriz
Teor Alcoólico: 13%
Análise sensorial: Cor vermelha rubi; ao nariz fruta vermelha fresca; na boca equilibrado média profundidade.
Consumo: Entre os 15ºC e os 17ºC
Encosta do Sobral Cabernet Sauvignon Tinto 2005
Castas: Cabernet-Sauvignon
Teor Alcoólico: 14%
Análise sensorial: Com aroma intenso e vincado a fruta madura com um vegetal nobre, este vinho apresenta uma estrutura encorpada na boca, com persistência. De aspecto apresenta uma cor intensa e opaca.
Consumo: Entre os 16ºC e os 18ºC
Encosta do Sobral Reserva Tinto 2005
Castas: Trincadeira, Touriga Nacional, Touriga Franca
Teor Alcoólico: 14%
Análise sensorial: Cor vermelha intenso, ao nariz aromas florais, frutados, notas mentoladas características das castas. Ao sabor equilibrado, boa relação entre acidez e profundidade, com aromas retronasais presentes.
Consumo: Entre os 16ºC e os 18ºC

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.