O laço histórico entre a Quinta das Lágrimas e o Mosteiro de Santa Clara-a-Velha remonta ao século XIV, quando a Rainha Santa Isabel mandou construir um aqueduto entre os dois locais. Uma rota histórica agora recuperada pela cidade de Coimbra, com um complexo hoteleiro e um centro de interpretação do mosteiro. Para isso, conta com a colaboração do Hotel Quinta das Lágrimas Relais&Châteaux, que ofereceu ao um equipamento de guias áudio (para já disponível em português em inglês). A Quinta das Lágrimas vai também explorar o espaço de cafetaria deste espaço, junto a um espelho de água e com vista privilegiada sobre as ruínas e o espaço premiado da Entrada Poente do Parque Verde do Mondego. Aguarda-se um projecto ousado que pretende recriar produtos únicos da doçaria conventual local.
A entrada é gratuita e, tal como o centro de interpretação, estará aberta, no período de Inverno, entre as 10h30 e as 17h. Encerra à segunda-feira.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.