Esta pequena folha verde que cresce espontaneamente em rios e ribeiros tem demonstrado notáveis propriedades anticancerígenas. Já os antigos persas, romanos e gregos o utilizavam bastante na culinária.

Tanto o Agrião de Água como o Agrião de Terra são muito apreciado em saladas e sopas, sendo o primeiro cultivado ao sol e, como o próprio nome indica, dentro de água; enquanto o segundo é cultivado em terra e prefere zonas com sombra. No entanto, não se espera que grandes chefes da atualidade se fiquem pelas sopas e saladas.

Para dar a conhecer melhor este produto, a Vitacress organizou uma conferência na Escola Superior de Hotelaria do Estoril que reuniu diversos chefes de cozinha à volta do tema “Agrião de Água é +”. O desafio consistia na criação de pratos alternativos que contivessem este ingrediente.

Com moderação de Carlos Madeira (chefe executivo da Unilever Portugal), o encontro deu a conhecer pratos à base de agrião de água de Arnaldo Azevedo (Palco do Hotel Teatro, no Porto), António Loureiro (Chefe Cozinheiro do Ano em 2014), António Cruz (Escola Profissional de Odemira), Teresa Silva e Nelson Félix (Escola de Hotelaria do Estoril) e os alemães Simon Tress (“Revelação do Ano 2010” pela revista enológica Weinwelt) e Marco Müller (1 estrela Michelin em 2007 no Rutz Weinbar, em Berlim).

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.