O sumo das amoras frescas apresenta-se como um bom tónico, fornecendo-nos energia através dos hidratos de carbono. É rico em bioflavonoides (propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias) e contém fibra e ácido fólico. Este fruto silvestre é, ainda, uma fonte razoável de vitamina C, cooperante no combate às infeções e estimulante do sistema imunitário.

Para extrair as melhores qualidades das amoras e se não as quiser consumir como excelente e apetitosa baga que são, pode produzir em casa um chá de folhas de amora, um bom tónico para o estômago.

Use 25 g de folhas de amora secas em 5 dl de água a ferver. Deixe infundir, coe e sirva.

Parfait de chia com amoras e mirtilos

Começar por preparar o pudim de chia. Numa taça colocar três colheres de sopa de sementes de chia, adicionar 250 ml de leite de amêndoa ou aveia, um quarto de colher de chá de canela em pó e uma colher de sopa de maple syrup. Mexer bem com um batedor de arames. Deixar a descansar no frio, durante umas duas a três horas para espessar, mexendo a meio do tempo (em alternativa poderá deixar durante a noite no frio e usar na manhã seguinte).

Juntar uma mão-cheia de amoras e mirtilos a um iogurte vegetal, e triturar no robô de cozinha até ficar homogéneo.

Para servir, colocar em dois copos ou frascos, camadas alternadas de pudim de chia, iogurte lilás, granola e compota de amoras, mexendo ligeiramente com uma faca ou colher para criar um efeito espiral.

Servir com amoras e mirtilos frescos.

(Fonte: Blogue “Ananás e Hortelã”)

Parfait de chia com amoras e mirtilos

Copinhos de cheesecake de amoras

Coloque um litro de natas no congelador para que estejam bem frias na hora de as bater.

Triture dois pacotes de bolacha torrada no robô de cozinha até obter uma farinha grossa. Derreta 125 g de manteiga no micro-ondas e deixe arrefecer. Junte à bolacha até obter uma mistura homogénea. Coloque uma camada no fundo de copos e com a ajuda do pilão pressione para "acamar".

Bata as natas até ficarem bem firmes. Junte 150 g de açúcar e uma embalagem de queijo creme e continue a bater. Por fim, junte a raspa e o sumo de dois limões. Deite a mistura num saco e pressione-a para dentro dos copos, sobre a bolacha. Finalize com uma ou duas colheradas de compota de amoras e folhinhas de hortelã.

(Fonte: Blogue “7 Gramas de Ternura”)

Copinhos de Cheesecake de Amoras

Semifrio de amoras silvestres

Forrar a base de uma forma com fundo amovível (20 cm) com papel vegetal e as laterais com película aderente.

Triturar uma embalagem de bolacha Maria e misturar com 70 g de manteiga derretida no micro-ondas (Bimby: Processar uns segundos na vel. 5-7). Forrar a base da forma com a bolacha, alisar bem e refrigerar para solidificar.

Demolhar seis folhas de gelatina em água fria. Reservar um punhado de amoras (no total vai usar na receita 250 g) para colocar na base da forma. Triturar as restantes com um pouco de água e uma colher de sopa de sumo de limão, no liquidificador (Bimby: Processar uns segundos na vel. 5, 7, 9).

Levar o puré de amora ao lume, deixar ferver até evaporar parte da água. (Bimby: +/- 5min/Varoma/Vel. 1). Retirar do lume e coar um pouco (se não gostar das grainhas). Juntar a gelatina bem espremida ao coulis de amora (bem quente) e mexer vigorosamente com um fouet (Bimby: juntar a gelatina pelo bocal e misturar uns segundos na vel.4, 5). Deixar arrefecer.

Bater 200 ml de natas bem frias até ganharem volume e alguma consistência. (Bimby: com borboleta, sem copinho, na vel 3 e 1/2 mais ou menos dois minutos e com cuidado para não passarem a manteiga).

Misturar o 200 g de queijo quark com 300 ml de leite condensado light (TMX-Bimby: 15seg/ Vel 4). Envolver delicadamente com as natas batidas e uma colher de café de sementes de baunilha, com a ajuda de um fouet.

Por fim juntar o coulis de amora arrefecido e misturar delicadamente até ficar homogéneo. Espalhar amoras na base de bolacha e deitar o creme por cima.

Levar ao frigorífico durante uma noite para solidificar bem. Desenformar com cuidado e decorar com amoras silvestres.

(Fonte: Blogue “Coco e Baunilha”)

Semifrio de amoras silvestres

Gelado de amoras

Lave 500 g de amoras e coloque-as no liquidificador. Acrescente 200 g de açúcar e triture tudo.
Num recipiente à parte bata 200 ml de natas até ficarem bem sólidas e junte umas gotas de limão.
Junte 200 ml de leite e as natas ao preparado de amoras e envolva bem.
Coloque num recipiente e leve ao congelador.
Espere algum tempo até que se formem cristais de gelado nos cantos do recipiente e volte a misturar bem o preparado.
Volte a colocar no congelador, mexendo a cada meia hora, para retirar os cristais e deixar o gelado cremoso.
Conserve no congelador.

(Fonte: Blogue “My Common Table”)

gelado de amoras

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.