A palavra bolacha provém da conjugação da palavra “bolo” e foi, pela primeira vez, registada em português no ano de 1543. Designação que nos dá, desde logo, indicação do seu aspeto, um bolo achatado! Certo?

A bolacha quer-se estaladiça e fininha, sendo que tem como base a conjugação de três ingredientes principais: farinha, água e adoçante.

Como sabores extra, o chocolate é dos ingredientes mais adorados, a par da canela, do limão e da manteiga de amendoim. Concordam?

Inspirem-se nesta conjugação de bolachas de frutos secos e laranja.

E os biscoitos?

Na sua origem, a palavra biscoito significa cozido duas vezes. No passado, também se entendia biscoito como o reaproveitamento de bolo, ou restos de bolo, cozidos novamente.

Há um tipo de biscoito chamado “Biscoito de Mar”, cozido mais do que uma vez, para que se pudessem conservar durante as longas viagens que se faziam a bordo.

A textura suave por dentro e estaladiça por fora fazem o sucesso dos biscoitos, na minha opinião. O carácter estaladiço do biscoito, misturado com a suavidade do recheio, seja de sabores mais simples, ou mais complexos, com pepitas de chocolate, frutos secos ou mesmo recheio de doce de fruta, por exemplo.

Inspire-se nesta receita de biscoito de aveia e alfarroba.

Qual prefere? A crocante bolacha ou o biscoito mais soft?

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.