Partilha a mesma família com o mirtilo esta baga com propriedades antioxidantes. O arando vermelho, ou abrunho, é espécie comum, a fresco, nas grandes superfícies entre os meses de novembro e dezembro e um grande companheiro de doces, salgados e saladas. Nos restantes meses pode contar com o arando seco, também rico nutricionalmente, embora com mais açúcares.

Bolo de arando e laranja

Pré-aquecer o forno a 175 ºC. Untar o fundo de uma forma com manteiga e forrar o fundo com papel vegetal também untado.

Bater 225 g de açúcar com 90 g de manteiga sem sal, amolecida, e cinco ovos. Juntar o sumo e a raspa de uma laranja e bater novamente. Adicionar uma colher de sobremesa essência de baunilha e 150 ml de leite.

É lindo, o mirtilo. Saiba como levar à mesa o “rei dos antioxidantes”
É lindo, o mirtilo. Saiba como levar à mesa o “rei dos antioxidantes”
Ver artigo

Misturar 250 g de farinha de trigo com fermento e duas colheres de sopa de fermento em pó. Envolver 100 g de arandos previamente misturados com uma colher de sopa de farinha.

Verter a massa na forma e levar ao forno durante 30 minutos.

Deixar arrefecer e desenformar. Pode polvilhar com açúcar em pó.

(Fonte: Blogue “Há Alguém Mais Gulosa do Que Eu?”)

Bolo de arandos e laranja
créditos: AA

Coxinhas de frango com quinoa de arandos e romã

Pré-aqueça o forno a 200 ºC.

Num tabuleiro coloque um fio de azeite e oito coxinhas. Misture num copo o sumo de uma lima, uma colher de sopa de molho sweet chili, uma colher de sopa de molho de soja e uma malagueta desidratada. Verta sobre as coxinhas e polvilhe com uma pitada de sal. Leve a assar a 180 ºC durante 35 a 40 minutos, até a pele estar bem tostada.

Entretanto prepare a quinoa. Coloque uma cebola e três dentes de alho num tacho e salteie-os em azeite. Quando dourarem junte uma chávena de quinoa. Tempere com sal e junte o dobro da quantidade quinoa em água. Tape e cozinhe em lume brando durante dez minutos ou até que a água se evapore. Junte três colheres de sopa de arandos e três colheres de sopa de bagos de romã e envolva tudo.

Sirva com as coxinhas.

(Fonte: Livro “Superalimentos – Refeições com Mais Vida”)

Coxinhas de frango com quinoa de arandos e romã

Bolo de tâmaras e arandos

Coloque dois saquinhos de chá de camomila na água a ferver, juntamente com a casca de uma laranja (sem a parte branca para não amargar) e deixe repousar durante uns três minutos. Retire os sacos e adicione 250 gramas de tâmaras descaroçadas e os 200 g de arandos desidratados. Deixe repousar durante cerca de dez minutos. Aproveite para ligar o forno a 180 ºC.

À parte, na taça da batedeira, coloque 170 g de manteiga, 170 g de açúcar e 170 g de açúcar mascavado escuro. Bata até obter um creme leve e fofo. Adicione cinco ovos médios, gradualmente e sem parar de bater.

Com a varinha mágica ou no robô de cozinha, triture os frutos secos (sem retirar a água), até obter um puré.

Adicione o puré à mistura dos ovos e misture bem.

Peneire para outro recipiente 340 g de farinha sem fermento, meia colher de sal fino, uma colher de café de noz-moscada moída e uma outra de canela moída.

Reduza a velocidade da batedeira e adicione a farinha. Bata apenas até estar tudo integrado.

Verta a massa numa forma previamente untada com margarina e polvilhada com farinha, ou pulverizada com óleo em spray. Bata duas a três vezes com a forma na bancada para evitar borbulhas de ar e leve ao forno durante cerca de 45 minutos. Faça o teste do palito.

Quando o bolo estiver cozido, deixe-o repousar dez minutos em cima de uma rede de arrefecimento antes de desenformar.

Molho

Coloque 125 g de manteiga com sal num tacho e leve ao lume, juntamente com o 125 g de açúcar mascavado até derreter, mexendo de vez em quando.

Cuidadosamente, adicione 150 g de natas gordas e 30 ml de vinho do Porto branco ou um licor e deixe cozinhar sem parar de mexer durante cerca de cinco minutos, até engrossar um pouco.

Pincele o bolo ainda quente com este molho e reserve o restante para o momento de servir. Se sobrar, pode guarda-lo num frasco no frigorífico durante algumas semanas.

(Fonte: Blogue “Faz & Come”)

Bolo de tâmaras (e arandos)
créditos: Rui Ribeiro

Scones de farinha integral com arandos e iogurte natural

Pré-aqueça o forno a 180º C. À exceção de 70 g de arandos secos, misture num recipiente grande, 250 g de farinha integral, uma colher de sopa de fermento, uma colher de chá de sal, uma colher de sopa de azeite, um iogurte natural meio como de leite, o sumo e a raspa da casca de um limão grande, um ovo. Trabalhe os ingredientes usando as mãos até obter uma massa uniforme.

Forre um tabuleiro de ir ao forno com papel vegetal. Verta várias porções pequenas de massa sobre o mesmo, deixando um pequeno intervalo entre eles. Pressione alguns arandos sobre a massa para que fiquem integrados na mesma.

Leve os scones ao forno durante 10 a 15 minutos. Quando estiverem com um aspeto dourado, retire-os.

Sirva os scones ainda quentes, mornos ou frios, recheando-os com doce, manteiga, manteiga de amendoim, puré de frutas, pasta de sésamo, fiambre ou ainda queijo.

(Fonte: Modern Life)

Scones de farinha integral com arandos e iogurte natural

Salada de arroz selvagem com nozes e arandos

Coza 225 g de arroz selvagem em água a ferver com sal durante cerca de 40 minutos, ou até ficar cozido.

Escorra e deixe arrefecer.

Misture o arroz com 175 g de nozes picadas, duas colheres de sopa de hortelã fresca picada, 50 g de arandos secos, sumo de um limão, duas colheres de sopa de óleo de amendoim, sal e pimenta-caiena a gosto.

(Fonte: Vogais)

Salada de arroz selvagem com nozes e arandos secos

Chocolate negro com pistácios e arandos

Untar levemente uma folha de papel vegetal com óleo. Derreter em banho-maria 200 g de chocolate negro (70% de cacau) e meia colher de chá de mistura de especiarias (canela, cravinho, gengibre).

Cortar 200 g de arandos secos e três colheres de sopa de pistácios em pedaços. Espalhar o chocolate sobre a folha de papel formando uma tablete retangular com 5 mm de espessura.

Espalhar os pistácios e arandos por cima. Salpicar com a flor de sal com pólen.

Deixar solidificar. Cortar a gosto. E partilhar com quem mais gostar.

(Fonte: Blogue “Ananás e Hortela”)

Chocolate Negro com Pistácios e Arandos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.