- No momento da compra, se as saladas estiverem na refrigeração, verifique se estão num expositor com uma temperatura inferior a 4 ºC.

- Ainda na compra, rejeite embalagens “inchadas”, pois poderão indicar uma fermentação do produto, folhas amarelecidas ou com sinais de podridão.

- Ao abrir a embalagem confirme o odor. Se for ácido ou fermentado, os legumes não estarão em boas condições.

- A higienização é muito importante. Mergulhe os legumes por 15 minutos em água com um pouco de vinagre. Lava-se, depois, em água corrente.

- Devemos evitar preparar saladas de folhas com muita antecedência. Estas tendem a murchar.

- Se incorporar legumes cozidos na salada tenha de reserva uma tigela com água e gelo. Quando os legumes cozerem, transfira-os para essa água. O cozimento é interrompido e o legume manterá uma textura firme.

O segredo para fazer um leite de aveia caseiro perfeito

- Utilize um azeite virgem-extra para o tempero. Por outro lado, o sal marinho é um potenciador do sabor dos ingredientes incorporados na salada.

- Para diminuir a acidez da cebola crua utilizada na salada, corte-a às fatias e mergulhe-as num recipiente com água e uma colher de sopa de açúcar. Antes de utilizar na salada a cebola deve ser lavada em água corrente.

- A fruta utilizada nas saladas deve ser sempre descascada e descaroçada.

- Não incorpore na salada as folhas amarelecidas dos legumes.

- Se as saladas forem de embalagem guarde no frigorífico o que sobrar e na mesma embalagem. Em alternativa, conserve numa caixa de plástico, fechada para impedir a entrada de ar. Consuma no prazo de 24 horas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.