1. Gordura zero

Assegure-se que todos os utensílios que vai utilizar não apresentam gordura. Não é possível fazer crescer as claras até ao seu volume máximo se estiverem em contacto com gorduras. Mesmo uma pequena quantidade de gema pode causar problemas pois 1/3 da sua composição é matéria gorda.

2. Taça funda e arredondada

A taça (de vidro, aço inoxidável, ou cobre  - neste caso quando batidas à mão) onde vai bater as claras deve ser suficientemente funda e de base arredondada. O recipiente deve estar seco.

Ainda faz do ovo cozido um bicho de sete cabeças? Não tem segredo
Ainda faz do ovo cozido um bicho de sete cabeças? Não tem segredo
Ver artigo

3. Nem alumínio nem plástico

Uma taça de alumínio tende a escurecer as claras. Uma taça de plástico é demasiado porosa.

4. Vara, a de balão

Use uma vara grande de arames em balão.

5. Opte pela temperatura ambiente

As claras aumentam mais facilmente de volume se, quando batidas, estiverem à temperatura ambiente.

6. Açúcar a meio do processo

Se tiver de acrescentar açúcar (sabor) ou cremor-de-tártaro (para estabilizar a espuma) às claras, faça-o só a meio do processo.

7. Uma pitada de sal facilita

À mão, bata as claras de baixo para cima num movimento circular. Se recorrer à batedeira, vá aumentando a velocidade à medida que as claras engrossam. Uma pitada de sal facilita este processo.

Se tiver de juntar às claras batidas em castelo qualquer preparação recorra a uma espátula. Faça movimentos de baixo para cima, apenas o suficiente para as incorporar ao preparado.

8. Nos picos está o segredo

Sabemos que as claras estão bem batidas quando formam picos bem firmes. As claras agarram-se às varas sem que os picos caiam.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.