O amador da arte da viagem de curta distância por sabores de diferentes latitudes gustativas pode anotar um novo X no seu mapa. No mesmo quarteirão onde já provamos a cozinha peruana do Segundo Muelle; os sabores nipónicos do Sushi Shop ou os hambúrgueres sem proteína animal da Vegana Burgers, nasceu o Otto.

Aqui, na Praça D. Luís I, bem próximo ao Mercado da Ribeira, não nos sentamos à mesa de uma pizaria (apesar de também o ser), ou provamos uma cozinha fruto de casamento entre italiano e hamburgueria (porque não o é definitivamente).

Lisboa tem um novo italiano com uma obsessão, o número oito
créditos: Filipe Vera-Cruz

O que encontramos no Otto – Pizza Al Mercato, é um italiano puro e duro, de semblante cuidado e com respeito pelo produto que chega diretamente de Itália. Uma relação telúrica entre esta casa no coração de Lisboa e os ingredientes naturais de berço mediterrânico que vertem para as sugestões da carta. Nesta, como em tudo mais no novo restaurante, os elementos conjugam-se em torno do número oito.

Lisboa tem um novo italiano com uma obsessão, o número oito
créditos: Filipe Vera-Cruz

Otto, em italiano, verte para Oito, em português. Uma escolha que entra bem no ouvido, mas que não se prende apenas a questões de elegância da língua. Este Otto é o oitavo restaurante do Grupo Doca de Santo, situa-se na loja nove do edifício 8 Building, bem próximo ao Cais do Sodré. Acresce que se deitarmos o número oito vamos encontrar o símbolo do infinito. Promissor quando o objetivo final de qualquer negócio é perdurar. A aposta deste Otto para projetar no tempo a sua marca passa por uma carta com carácter.

Na cozinha vamos encontrar a chefe Melanie Kidds Immig que estava anteriormente no Pestana CR7 Lisboa. No espaço que acomoda 78 comensais – na esplanada, mais 24 - as alusões a Itália são incontornáveis, quer no mobiliário, quer na decoração e na montra de produtos, estes sem corantes nem conservantes, açúcares ou estabilizadores. Ingredientes que voam diretamente de Itália para Portugal.

Lisboa: Otto, o italiano charmoso com boas mãos para a cozinha
Legumes grelhados com parmesão

Azeites, farinhas, tomate em lata genuinamente italianos e acomodados nas muitas propostas de uma carta que não fugindo à regra do oito apresenta otto sugestões nas entradas/saladas/legumes (Antipasti/Insalati/Verdure), nos Pratos Principais (Primi), nas Sobremesas e Gelados (Dolci & Ice Creams), nas pizas clássicas (Pizze Classiche), nas Pizas Especiais (Pizze Speciali), estas uma criação partilhada com Pino Arletto, um dos mais conceituados pizzaiolos da Europa, responsável pela formação dos pizzaiolos do Otto.

Otto
Polvo no forno em azeite de alho e manjericão com puré de batata-doce

Uma oferta da carta que ao delimitar-se ao teto numérico de oito, a torna contida e concentrada. Um limite que se espraia aos espumantes, brancos, rosés, tintos e cocktails. Todos em grupos de oito e com uma interessante representação nacional e italiana. Portugueses há néctares do Douro, Dão, Alentejo, Península de Setúbal, Minho, Bairrada. Da Península Italiana , à laia de exemplo, o espumante Bepin de Eto, o branco Vernaccia di San Gimignano, o rosé Rose di Baco, o tinto Capoforte.

otto
Piza Especial de Tomate cereja, molho pesto e ovo

No que toca à cozinha propriamente dita, aquilo que no fundo mais interessa, provamos de abertura, nesta nossa visita, Legumes grelhados com parmesão (8,50 euros). Sobre a mesa, uma generosa tábua onde cabem pimentos, espargos, cogumelos, tomate cereja, manjericão, entremeados com finas fatias de queijo parmesão. Joga bem o casamento salgadiço do queijo com os vegetais levemente torrados na grelha. Segue-se um dos pratos estrela do Otto. Um Polvo no forno em azeite de alho e manjericão com puré de batata-doce (13,50 euros). Molusco cozinhado no ponto certo, sem o desconforto da sensação de dentada na borracha ou no betão, bem assado e melhor casado com o molho, o puré de batata-doce laranja e uns tomatinhos cereja ao natural. Do forno instalado à vista dos clientes chega à mesa uma Piza Especial de Tomate cereja, molho pesto e ovo (14,50 euros). Massa fina e estaladiça, de rebordos generosos e crocantes e uma cobertura delicada, mas marcante pela positiva, que nos faz esquecer algumas congéneres muito mal tratadas em certos estabelecimentos. Uma dica, atreva-se a espraiar a gema de ovo sobre os restantes ingredientes. Chega a uma nova dimensão de sabor. Nos doces, um clássico, o Tiramisú (5,00 euros), sem dose exagerada nos açúcares. Facto que, não eliminando umas calorias acessórias, sempre nos retira algumas das eventuais mazelas decorrentes do peso de consciência.

otto
créditos: Filipe Vera-Cruz

Ainda na carta e à guisa de sugestão e nas entradas, o Tomate recheado com anchovas e ricotta (9,00 euros). Já nas pizas, a de Gambas salteadas, malagueta e manjericão (15,50 euros) e, nos principais, o Risotto negro de lula (13,50 euros).

A não desmerecer, a carta de cocktails. Com um twist tipicamente italiano, foram criados em parceria com a Liquid Consulting, de Kiko Pericoli que gere casas como o Double9, na capital. Neste caso, cocktails pensados exclusivamente para o Otto, de forma a harmonizarem tanto com os pratos principais como com as pizas.

Otto - Pizza Al Mercato

Praça Dom Luís I, 34, Loja 8, Lisboa

Horário: Domingo a quinta-feira, das 12h30 às 00h00; sexta, sábado e vésperas de feriado, das 12h30 às 01h00.

Contatos: 21 049 9710

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.