Tsubaki, assim dito e escrito não há como não encaminhar o termo para territórios orientais. Tsubaki soa-nos a Japão. E é palavra nipónica que, quiseram os enredos da História, torná-la próxima da pátria lusa. Há cinco séculos um vaivém de inquietação exploratória e comercial havia de empurrar portugueses, ingleses, espanhóis e holandeses até aos mares do Oriente e, entre o leva e o traz, acabaram por aportar no Ocidente as sementes de uma planta a que viríamos a chamar Camélia, ou também muito propriamente Japoneira.

Inspirado nesta narrativa com contornos de epopeia botânica vamos encontrar em Lisboa, bem próximo à Praça Duque de Saldanha, um espaço que faz justiça a esta ligação centenária entre dois mundos. Tsubaki é, desta forma e desde há três anos, na capital, sinónimo de restaurante que alimenta a paixão lusa pela cozinha japonesa.

Uma casa por onde já passou a veia criativa e o fundado conhecimento em cozinha japonesa de chefes como Paulo Morais ou Miguel Bértolo. Atualmente vamos encontrar, e bem, a cozinha deste Tsubaki entregue às mãos do chefe Flávio Barbosa, discípulo de Paulo Morais no restaurante Kanazawa.

Lisboa: No restaurante Tsubaki o “All You Can Eat” agora também chega em versão “Deluxe”

Encontra um bom porto neste Tsubaki quem dispensa a frivolidade de ambientes falsamente orientais, cartas onde a tolice culinária é chamada de fusão e a frescura dos ingredientes pode ser questionada. O ambiente criado pela decoradora Ana Rita Soares é contido, orienta-nos para conversas intimistas de baixos decibéis. Imperam os tons terra, a iluminação acolhedora e, porque também interessa, as mesas e cadeiras recebem-nos com conforto.

Todos sabemos como estes dois últimos elementos podem, quando mal geridos na perspetiva do cliente, ser um convite a um rápido entra e sai. O que não vem a propósito quando temos nas mãos uma carta que nos propõe perto de 30 opções entre “Zensai”, ou seja, uns petiscos para abrir apetites, “Temaki” (cones de sushi), “Makimono“ (rolos de sushi); “Sushi to Sahimi” (combinados), “pratos quentes” e sobremesas.

No Tsubaki o “All You Can Eat” agora também é “Deluxe”

Uma carta que ao almoço nos faz uma interessante proposta. “All You Can Eat”, como se percebe, tudo aquilo que conseguir comer. Ou seja, por 14,80 euros, o que inclui entradas, variações de sushi e sashimi, sobremesa e uma bebida (água, chá, limonada), podemos deambular pelas propostas desta carta do Tsubaki.

Restaurante Tsubaki: Em Lisboa, um japonês pouco acomodado aos lugares-comuns

Uma experiência que, agora, é extensível a outros momentos e com um upgrade qualitativo. Desde abril último o Tsubaki apresenta-nos a proposta “All You Can Eat – DELUXE”. Uma experiência gastronómica que pode ser saboreado apenas ao jantar de sextas e sábados, por 19,00 euros por pessoa.

Um périplo pela cozinha do País do Sol Nascente que arranca com uma Sopa Miso, para continuar com uma generosa seleção inicial de Sushi e Sashimi. Peças que o comensal pode solicitar como reforço sempre que os apetites esgotarem as sugestões que vão saindo da cozinha.

Muito interessante a “tábua” de peixes a cru, finamente fatiados (sashimi) e que inclui, dependendo do dia e das espécies disponíveis, o robalo, o carapau, o salmão, a corvina, o atum, o lírio, o pregado, a dourada. Não esquecer de mergulhar os pedacinhos desta carne com sabor a mar no molho shoyu (molho de soja) e no wasabi, uma raiz de sabor intenso, frequentemente mal tratada fora do Japão. Porquê? Não passa de uma massa que junta mostarda, rábano picante e corante verde.

Restaurante Tsubaki: Em Lisboa, um japonês pouco acomodado aos lugares-comuns

Como complemento, pode ainda experimentar, em jeito de aperitivo, Gyosas (frango e vegetais/3 unidades) por 5,90 euros, o Sake Kimuchi (salmão marinado em kimuchi, harusame), também por 5,90 euros ou a estaladiça Tempura Moriawase, com legumes, peixe, camarão e amêndoas.

Para acompanhar, no que às bebidas respeita, há nove sugestões. Interessante a Sangria de Saquê que inclui para além da bebida nipónica, uma dose do nosso nacional Licor Beirão e Triple Sec (12,00 euros). A não desmerecer os vinhos da casa, Turim Family Wines, branco e tinto, produzidos na Região de Setúbal e com serviço a copo (2,50 euros) e garrafa (12,50 euros).

Uma carta com grande amplitude de sabor

O conviva que se quiser entreter neste Tsubaki com um petisco de abertura, tem uma interessante amplitude gustativa, com perto de 15 sugestões. Prove o “Miso shiru”, um caldo de soja, tofu, alho francês e wakame (2,00 euros), a “Trilogia Gravlax”, ou seja, três curas de salmão com crocante (8,20 euros); um “Hotategai”, vieiras seladas fatiadas em molho cítrico japonês (9,90 euros).

Restaurante Tsubaki: Em Lisboa, um japonês pouco acomodado aos lugares-comuns

Ainda no serviço à carta, a não desmerecer os pratos quentes e, neste item, um “Tori Ramen”, a massa japonesa em caldo, frango, ovo escalfado, cogumelos e alho francês (12,00 euros) e um “Yakisoba”, massa salteada com vegetais, camarão, frango e molho especial (12,00 euros). Quem for dado a combinações pode optar entre dois “sets de sushi to sashimi”, respetivamente a 19,90 e a 21,90 euros, um de pendor mais tradicional e mais encostada à cultura japonesa (12 rolinhos, 2 gunkan, 2 nigiri, 8 sashimi), outro de “fusão” onde o chefe junta técnicas e matérias-primas ocidentais com as nipónicas (12 rolinhos, 2 gunkan braseados, 2 nigiri braseados, 8 sashimi braseados).

Não querendo tornar exaustivo o rol de referências culinárias nesta peça, vale dizer que aqui encontra a carta completa deste Tsubaki e, nela, um bom punhado de opções de rolos de sushi (“Makimono”) e um trio de cones de sushi (“Temaki”). Se a criançada torcer o nariz a tanto peixe (para mais sem aspeto - felizmente - de Douradinhos), sempre podem os pais apontar o dedo ao “Kodomo Hambagu” (6,90 euros), traduzindo, um hambúrguer de salmão no pão, acompanhado com o delírio infantil, a batata frita. É claro que encontra na carta outras guarnições, como o arroz de sushi, o arroz salteado, ou salada.

As sobremesas vão variando ao sabor dos dias e da estação do ano. No dia da visita deste articulista caiu a sabor sobre o prato um cheesecake de saquê com maracujá e um gelado de limão.

Restaurante Tsubaki (Turim Saldanha Hotel)
Rua Latino Coelho, nº 23
Horário: Todos os dias da semana, das 12h00 às 15h00 e das 19h00 às 23h00 (sábado e domingo sem almoços).

Contactos: Tel. 210 492 320; email: tsubaki@turimhoteis.com

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.