Diz o ditado que não há duas sem três, e para o chef e empresário Olivier da Costa, parece ter chegado a hora de levar o Guilty a outras latitudes. A expansão começou primeiro em Portugal: da Rua Barata Salgueiro, em Lisboa, para o Parque das Nações e depois para o Porto.

A vontade de continuar a fazer crescer a insígnia é, desta forma, uma das grandes ambições do grupo para 2022. O Guilty completa 10 anos e a ideia de celebração acontece além-fronteiras. A primeira abertura vai acontecer ainda no decorrer deste verão, em Banguecoque – onde já está outra marca do grupo, o Seen – e até ao final do ano, numa das principais capitais europeias, em Londres.

A informação foi avançada em primeira mão por Joel Pires, diretor comercial e de marketing do grupo Olivier, no jantar de inauguração da nova temporada do Yakuza Algarve, no passado dia 1 de junho.

“É parte da estratégia de expansão de uma marca que ainda só está em Portugal. Mas trabalhámos para isso e tivemos a sorte de ter os parceiros certos, que nos deram esta oportunidade”, concluiu Joel Pires, avançando também que está em estudo uma terceira localização, essa ainda no segredo dos deuses.

De recordar que o Seen (Banguecoque e São Paulo) e o Yakuza (Paris) são as marcas do grupo que já abriram portas internacionalmente, a que se junta agora o Guilty com duas novas aberturas.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.