As tendências evoluem a cada estação e continuam a gerar renovado entusiasmo. Calças largas, camisolas de cavas e blusões bomber parecem ter ganhado embalo há algumas décadas. Ainda assim, a moda das décadas anteriores parece inspirar-nos de novo e de maneira diferente de tantos em tantos anos — e a próxima estação outono-inverno não foge à regra. Esta é apenas uma das muitas razões pelas quais a moda em segunda mão é tão popular: permite que os fãs vintage encontrem originais da respetiva época — e, portanto, ajam com a poupança de recursos em mente. E há escolha suficiente, porque a roupa em segunda mão é um fenómeno global em constante crescimento. O Relatório de Vendas em Segunda Mão de 2022 confirma que o mercado da moda usada deverá crescer 127% até 2026.

O nosso tempo caracteriza-se por mudar rapidamente — assim como as tendências na indústria da moda — e os nossos looks estão em permanente mudança. É verdade também que muitas tendências não são temporárias, mas duram anos, e podemos, portanto, usufruir delas durante muito tempo. Então, porque não tornar os looks em segunda mão mais amigos do ambiente?

A Vinted, a plataforma europeia de compra e venda de artigos em segunda mão entre consumidores, ligou Portugal ao mercado italiano, abrindo aos utilizadores portugueses um novo mercado com novas oportunidades para descobrir. A plataforma de moda em segunda mão Vinted analisou os desfiles de moda internacionais mais populares da estação e escolheu as tendências mais relevantes para cada dia.

1. Quanto maior, melhor

Este ano, os looks XXL são enormes, literalmente. Sejam camisas largas e acima do tamanho normal, sejam blazers com ombros grandes, todos vamos ostentar o look largueirão neste inverno, levando-nos de volta ao mundo do hip-hop dos anos 90.

Dica de imagem: para apimentar o aspeto informal destas peças de tamanho acima do normal, podemos usar acessórios marcantes, como uma pochete arrojada, brincos que dão nas vistas ou óculos de sol com estilo.

2. Vamos falar de negócios

Os fatos tradicionais tornaram-se menos relevantes no ambiente de trabalho, e cada vez mais empresas encorajam o uso de vestuário informal. No entanto, é impossível não reparar no apelo de um conjunto formal cheio de confiança, que as pessoas, para uma aparência distinta, escolhem na vida quotidiana.

3. Blusões bomber

Os blusões bomber não deixam de estar na moda e são o elemento sempre atual da nossa era. Embora estes clássicos já existam há mais de um século e fossem inicialmente conhecidos como casacos de piloto práticos, continuam a ser a cereja no bolo de roupas elegantes. Dica de profissional: vale a pena estar atento a clássicos como blusões bomber em plataformas de moda em segunda mão.

4. Estilo Grunge

Nas últimas décadas, o estilo de roupa associado a Kurt Cobain tem tido presença recorrente nas marcas de moda mais populares do mundo. A origem da subcultura e do estilo musical grunge, que foi especialmente famoso na década de 1990, esteve no movimento underground dos EUA. O estilo informal e desarranjado é também uma das principais tendências deste inverno, que vai animar os meses mais frios com calças de ganga largas e T-shirts com rasgões.

5. Castanho

Esta cor tem vindo a chegar às passarelas mais famosas do mundo há já algum tempo. O castanho não é apenas uma cor quente e suave, pode também ser combinado com uma grande variedade de tons — do néon ao pastel — e, assim, não deve faltar em guarda-roupa algum.

6. Sapatos de plataforma

Os sapatos de plataforma não só nos dão mais alguns centímetros como são exatamente aquilo de que muitos conjuntos precisam. As principais casas de moda foram pioneiras neste estilo; hoje em dia, é quase impossível imaginar a vida sem ele.

7. Estilos de espartilho

Os primeiros precursores do espartilho foram criados em meados do século XVI. Depois de várias centenas de anos, estão de volta em grande e, como peças vintage, são um sonho.

Dica de estilo: Para um visual descontraído e elegante, podem ir com calças de ganga largas ou apertados por cima de uma blusa naqueles dias de semana com vestuário mais apurado.

8. Camisolas de alças

Os clássicos tops canelados são amigos fiéis não só no verão, mas também neste inverno. Podemos combiná-los de muitas formas: com uma camisa aberta, sob um top de malha ou apenas para manter o corpo quente por baixo de outras camadas.

9. Cores arrojadas

Esta tendência de inverno é para quem gosta de cor e brilho. Os dias estão a ficar cada vez mais frios, então, porque não usarmos tons que avivem os meses cinzentos de inverno? Afinal, as cores de afirmação vivas ditam realmente a boa disposição antes de qualquer tendência. Como puderam observar os especialistas do Pantone Colour Institute, as cores deste inverno «são um exemplo da necessidade de nos libertarmos da contenção e abraçar a alegria da vida através de matizes muito brilhantes que expressem energia, aumentem a vitalidade e comemorem a vida».

10. Bolsas com correntes grandes / Bolsas insufladas

Por último, mas não menos importante, o acessório da estação: quanto mais acolchoada for a bolsa, melhor. Então se tiver como detalhe correntes grandes ou uma alça, melhor ainda. Embora Coco Chanel seja considerada a criadora das chamadas bolsas de corrente, estas acabam sempre por regressar. Este ano, são uma das mais fortes tendências nas passarelas mais famosas do mundo.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.