O sono constitui em si mesmo uma fantástica cura de beleza para a pele do rosto que, durante a noite, recupera da fadiga que se instala durante o dia. Mas os seus benefícios podem (e devem) ser potenciados pelo uso de produtos cosméticos adequados. Aproveite-os! Os seres humanos são animais diurnos programados para, durante a noite, descansar, relaxar e recuperar dos estímulos que ocorrem durante dia. Isto deve-se ao facto de a hormona do sono, a serotonina, ser ativada quando a retina deixa de sentir luz.

Tal não significa, contudo, que não possamos dormir durante o dia, mas o nosso organismo não está preparado para isso e o sono será naturalmente de pior de qualidade. Este ciclo de sono afeta também o seu rosto. Durante o dia, a pele está em esforço constante para se proteger das agressões do meio ambiente, como a poluição, o fumo, o álcool, a luz azul de telemóveis, computadores e tablets, as toxinas e/ou o sol, enquanto tenta manter-se hidratada. É durante a noite, já em paz e descanso, que a pele recupera.

Bela adormecida. Trate de si enquanto dorme
Bela adormecida. Trate de si enquanto dorme
Ver artigo

É nessa fase que se regenera e renova as suas defesas. "A pele do rosto é a parte do corpo que está sempre exposta a tudo", sublinha o dermatologista Fernando Ribas. "Devemos, por isso, protegê-la tal como protegemos o corpo com roupa", defende este especialista, que relembra ainda que se deve ter muito cuidado com as noitadas, pois resultam numa confluência de fatores prejudiciais para a pele, por serem locais pouco ventilados, com uma hipoxigenação acentuada, com agressões por parte do fumo do tabaco e do álcool e representarem, por norma, menos horas de sono. Dormir bem é essencial para a pele recuperar destes fatores prejudiciais e, por isso, uma regra de ouro para quem quer ter uma pele bonita, jovem, fresca e saudável.

O relaxamento e a regeneração que o sono profundo permite durante a noite são ótimos para potenciar os efeitos de qualquer tratamento cosmético. Nesse período, a pele está mais recetiva e o fluxo sanguíneo transportará os princípios ativos de forma mais eficaz. Os tratamentos de noite têm fórmulas específicas que devem ser usadas sensivelmente a partir dos 30 anos, quando se começam a notar os primeiros sinais de envelhecimento cutâneo, já que estes anunciam que a pele precisa de reforços.

A importância de limpar antes de dormir

Poluição, suor, fumo, poeiras, restos de maquilhagem, gordura são as impurezas que se acumulam na epiderme ao longo do dia, irritando-a e dificultando a sua correta oxigenação. A remoção destes resíduos é essencial porque só assim o creme aplicado vai ser eficaz. Um tratamento não consegue penetrar adequadamente numa pele suja. Por isso, é imprescindível fazer a limpeza da pele com um produto adequado antes de aplicar o creme de noite e, também de manhã, antes de se aplicar o creme dia.

Esse gesto é essencial para remover os vestígios de células mortas resultantes da regeneração tecidular e também para auxiliar a derme a conseguir recompor-se das agressões a que esteve sujeita durante o dia. Só depois de limpa a epiderme é que devem ser aplicados os dermocosméticos noturnos. Para além disso, o dermatologista Fernando Ribas aconselha a esfoliação em casa de 15 em 15 dias e um tratamento de higienização da pele, uma limpeza profissional, em média, de dois em dois meses.

O que diferencia um creme de dia de um creme de noite

Ao contrário do que possa pensar, estão longe de ser a mesma coisa. São diferentes como o sol da lua. Os cremes de dia, geralmente, incluem fórmulas essencialmente hidratantes e defensivas, de textura mais leve. Devem idealmente incluir um filtro de proteção solar, o que tende a suceder com muitos nos disas que correm. Tal como o protetor solar, "o seu efeito protetor e hidratante desvanece-se passadas duas ou três horas", adverte Fernando Ribas, que avonselha a sua reaplicação ao longo do dia.

As fórmulas de noite, por seu lado, são essencialmente nutritivas, antirrugas, antifadiga, antiflacidez e/ou rejuvenescedoras. O efeito é potenciado pelo repouso e pelo relaxamento. São mais untuosas do que o creme de dia mas não forçosamente gordurosas, para evitar a total oclusão dos folículos da pele. O creme de noite não deve ser aplicado imediatamente antes de dormir para não ser a almofada a absorver o creme. "Aplique-o com uma massagem suave que facilite a absorção do produto", aconselha.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.