Uma vez instaladas, as estrias são lesões irreversíveis. Contudo, não só pode
evitar o seu apa recimento como sua vizar a apa rência das já existentes, com
persistência, tratamentos e produtos específicos.

As estrias são lesões cicatriciais decorrentes da ruptura das fibras de colagénio e elastina da pele. Aparecem quando:

A pele é submetida a fenómenos de distensão relativamente rápidos que levam à ruptura das fibras de colagénio e elastina. De acordo com o dermatolgista Miguel Trincheiras, «isto pode acontecer quer por variações bruscas no peso, alterações no volume corporal durante a gravidez e pós-parto, como consequência do crescimento na adolescência ou mesmo por aumento do volume muscular (body building)».

Se toma, de forma prolongada, determinados medicamentos ou substâncias químicas que interferem com a formação de colagénio, como é o caso dos compostos de cortisona (por exemplo, corticoesteróides tópicos ou sistémicos).
> Se sofre de doenças como a diabetes tipo 2 ou a doença de Cushing (desordem endócrina causada por níveis elevados de cortisol no sangue).


Como evitá-las

- Hidrate e nutra pele diariamente, sobretudo em zonas mais propensas à formação de estrias, para evitar a ruptura das fibras de sustentação da pele.

- Evite o uso de roupa demasiado apertada que dificulte a circulação e a oxigenação das camadas cutâneas.

- Beba água em abundância (1 a 2 litros por dia). Quanto mais água existir na pele, melhores as condições para o metabolismo das suas células, em particular as responsáveis pela produção de colagénio e elastina.

- Pratique exercício físico ou desporto. O exercício estimula a circulação e o fornecimento de nutrientes às células cutâneas.

- Procure manter um peso regular, sem variações bruscas, ao longo da vida, para evitar a distensão da pele.

- Evite o tabaco. O fumo provoca a vasoconstrição periférica, isto é, dificulta a chegada do sangue aos capilares que irrigam a pele.

- Sol com moderação. A radiação ultravioleta desidrata a pele (a pele seca tem mais propensão a estrias) e ataca e degrada as fibras de sustentação.

- Procure tratamento o mais cedo possível.


Veja na página seguinte: O que pode (e deve) fazer em casa para prevenir as estrias

Prevenir em casa

A hidratação cutânea condiciona a elasticidade da pele e a sua capacidade de sofrer distensões sem haver ruptura nos tecidos, pelo que é um dos mais eficazes cuidados preventivos para evitar o aparecimento de estrias.

Qual a melhor forma de manter a pele hidratada? Aplique um creme hidratante todos os dias depois do banho, quando a pele ainda está húmida, pois favorece a sua absorção.

Quais as melhores fórmulas?

Os produtos mais eficazes são os específicos para a prevenção de estrias, pois contêm uma maior concentração de ingredientes activos. Entre estes, o dermatologista Miguel Trincheiras destaca os retinóides (derivados da vitamina A).

«Estimulam as células da derme a produzir novos elementos (fibras elásticas, por exemplo) que melhoram a elasticidade e a capacidade de hidratação da derme, não só numa óptica preventiva, mas também com bons resultados ao nível da melhoria cosmética das estrias já instaladas», refere ainda o especialista.

Texto: Fernanda Soares

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.