Para muitas mulheres, a celulite resume-se a uma questão estética, mas esta infeção do tecido celular afigura-se bem mais do que isso.

Se a celulite provoca dor à palpação ou edema, deve ser tratada mais ativamente.

Conheça algumas alternativas a que poderá recorrer, dando resposta ao seu problema em concreto:

Ultrassons por cavitação

São
ondas de choque electromagnéticas
que rompem as membranas
celulares dos adipócitos
e promovem
a absorção
de gordura
pelo sistema linfático. «Têm uma
acção mecânica
responsável pela
ruptura dos septos e membranas
celulares e melhoram
a drenagem
linfática», diz o dermatologista Miguel Trincheiras.

Mesoterapia com agulhas

Através de agulhas finas são
introduzidas
substâncias no tecido
adiposo que promovem a sua degradação.
Para Miguel Trincheiras,
«é uma das técnicas
mais eficazes», favorecendo
a ruptura
das células e a reabsorção
da gordura.

Endermologia

Consiste
no enrolamento e desenrolamento
da prega cutânea
com aparelhos
próprios. Desencadeia
o processo
natural
de
drenagem
e a lipólise nos níveis
mais profundos de gordura e
«promove
a ruptura física de boa
parte dos septos fibrosos», diz.

Carboxiterapia

Envolve infiltrações
de gás carbónico
no
tecido
subcutâneo,
ajudando o
organismo a
libertar oxigénio.
Estimula a
circulação sanguínea
e a oxigenação dos tecidos,
promovendo
a degradação
do tecido adiposo.

Drenagem linfática manual

É uma massagem manual suave
que drena as áreas onde existe
retenção
de líquidos. Ajuda a
descongestionar
os vasos linfáticos,
activa o sistema imunitário
e promove a desintoxicação
do
organismo.

Radiofrequência

Promove um
aquecimento
dérmico e do tecido
adiposo.
«Actua sobretudo
ao
nível do metabolismo
do tecido
adiposo. Pode promover
eventualmente
a lipólise, mas não
altera os factores
anatómicos
associados,
nomeadamente
os
septos fibrosos», considera Miguel
Trincheiras.

Texto: Rita Miguel com Miguel Trincheiras (dermatologista)

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.