Uma infância saudável e equilibrada influencia mais a vida adulta futura da criança do que anteriormente se pensava.

 

Foi recentemente provado que o relacionamento que as crianças têm com os pais é determinante para uma boa gestão relacional e emocional na vida adulta.

Segundo a revista Psychological Science, quanto melhor for o relacionamento com o pai e a mãe durante a infância, mais facilmente as pessoas conseguem superar discussões na idade adulta, nomeadamente a nível amoroso.

O trabalho, publicado num artigo na referida revista, foi realizado com um grupo de jovens entre os 12 e os 18 anos nascidos nos anos 70. Agora, 20 anos depois, foi avaliada a forma como estes indíviduos resolvem os conflitos nos seus relacionamentos. A conclusão é que aqueles que tiveram boas relações com os pais durante a infância mostraram-se melhores na resolução de conflitos na fase adulta.

A explicação? De acordo com os investigadores que estiveram na origem deste estudo, os progenitores ajudam a regular as emoções negativas das crianças. Desta forma, elas crescem mais capazes de regular as suas próprias emoções após um desentendimento, o que não sucede (ou mais dificilmente sucede) com crianças que não foram sujeitas a esse processo de regulação emocional.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.