Na terça-feira a rede social Facebook foi palco de debate sobre um assunto que toca a vida de muitas mulheres: a maternidade. Tal como já aconteceu com outros temas, foi lançado no início desta semana o ‘Desafio da Maternidade’.

O objetivo era que as mães partilhassem com os seus seguidores os momentos mais marcantes pelos quais passaram no papel de mães e desafiassem outras mulheres a fazer o mesmo.

Enquanto muitas pessoas aceitaram o desafio e se desfizeram em elogios aos seus bebés, o caso tomou outra dimensão quando a brasileira Juliana Reis recusou entrar no desafio.

“Me recuso a ser mais uma ferramenta pra iludir outras mulheres de que a maternidade é um mar de rosas e que toda a mulher nasceu para desempenhar esse papel. Eu vou lançar outro desafio, o desafio da MATERNIDADE REAL”, escreveu a mãe brasileira de 25 anos no Facebook.

Ao relatar a sua experiência desconfortante, dolorosa e traumática, a jovem mãe acabou por ser alvo de duras críticas nas redes sociais. “Quero deixar bem claro que amo meu filho, mas odeio ser mãe”, frisou no post polémico que acabou por levar à denúncia do seu perfil, que acabou por ser bloqueado pelo Facebook.

Apesar disso a discussão continua viva através das hashtags #TamoJuntaJuliana e #somostodasjuliana, que ganharam força no Facebook e Twitter.

“Faço minhas todas as tuas palavras! Ser mãe não é esse "mar de rosas" que estão querendo mostrar com #Desafiodamaternidade”, escreveu uma utilizadora sobre o assunto.

Recorde-se que este é um desafio que entretanto já chegou a Portugal e levou à adesão de milhares de mulheres. Desde o início da semana que muitas mães portuguesas estão a partilhar nas redes sociais os momentos mais marcantes da maternidade.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.