A notícia é avançada pelo jornal Correio da Manhã que explica que foi este o modelo de negócio feito com a primeira família a aparecer no programa "Supernanny": Patrícia, de 36 anos, e a filha de sete.

O novo programa da SIC que estreou no domingo depois de ter sido um sucesso em 21 países já foi criticado pelo Instituto de Apoio à Criança (IAC), UNICEF Portugal, Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens (CNPDPCJ) e Ordem dos Psicólogos, que admitiu abrir um processo contra Teresa Paula Marques, a psicóloga que faz parte do programa.

Esta família não para de crescer. Vão ter o 20.º filho e têm um "reality show"
Esta família não para de crescer. Vão ter o 20.º filho e têm um "reality show"
Ver artigo

Também a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) anunciou ter recebido várias queixas de cidadãos sobre alegadas violações dos direitos fundamentais das crianças.

Direitos das crianças em risco

A Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens afirmou que o novo programa da SIC tem um "elevado risco" de violar os "direitos das crianças", no que diz respeito ao "direito à sua imagem, à reserva da sua vida privada e à sua intimidade".

Para o Grupo Impresa, que detém a SIC, o "SuperNanny não gera efeitos negativos ou de censura em ambiente escolar e social, antes contribuindo para uma melhoria significativa da qualidade de vida familiar".

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.