As taxas de reprovação a Matemática A (15%) e a Geometria Descritiva A (14%) subiram quatro e cinco pontos percentuais, respetivamente.

Porém, em Física e Química A, a taxa de reprovação dos alunos internos desceu quatro pontos este ano (de 15% para 11%). A média passou de 9,9 valores para 11,1.

No mesmo sentido, a disciplina de Biologia e Geologia registou melhores resultados do que no ano passado: a taxa de reprovação baixou de 11% para 8% e a média subiu de 8,9 para 10,1 valores.

A disciplina de História A tem um agravamento nos resultados, com a taxa de reprovação em exame a passar de 11% para 14%, o que faz a média baixar de 10,7 para 9,5 valores. Porém, a Classificação Interna Final (nota resultante da avaliação ao longo do ano) sobe de 12,9 para 13 valores, segundo os dados apurados pelo Júri Nacional de Exames.

Os exames nacionais do ensino secundário realizaram-se em 646 escolas em Portugal continental e nas regiões autónomas, assim como nas escolas no estrangeiro com currículo português.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.