Um bom sono é muito importante para uma vida saudável em todas as idades, não sendo as crianças exceção. A privação de sono pode desencadear graves consequências na nossa saúde física e mental, sendo que no caso das crianças pode ainda interferir no seu desenvolvimento dado que é durante o sono que são produzidas maiores quantidades da hormona do crescimento – o cortisol.

Mediante a idade, a criança deve dormir um determinado número de horas de sono que vai diminuindo até à adolescência:

  • Primeiro mês – 19 horas;
  • 1-3 meses – 18 horas;
  • 3-6 meses -16 horas;
  • 6-12 meses:15 horas;
  • 24 meses:13 horas;
  • 3-7 anos: 10/11 horas;
  • 7-12 anos:
  • 9/10 horas;
  • Adolescentes: 8 horas.

Para além do número de horas de sono, é importante que sejam implementadas algumas rotinas no que respeita ao sono. Estas rotinas são extremamente importantes para o bem-estar da criança e devem ser mantidas durante a interrupção letiva.

Apesar das crianças terem os dias livres para as mais variadas brincadeiras, é importante não saírem completamente da rotina para não comprometerem e prejudicarem a qualidade do seu sono, o seu bem-estar e o regresso à escola.

Para garantir a qualidade do sono dos mais novos, é importante adotar as seguintes dicas:

  • Procure que a criança mantenha um horário regular para dormir, acordar e fazer refeições;
  • Incentive a realização de atividades relaxantes antes da hora de dormir. É importante que a criança não realize atividades estimulantes e que capte a sua atenção como jogar playstation, jogos de computador e de telemóvel. No caso dos adolescentes, importante incentivar a não utilização do telemóvel na hora de dormir, reservando um espaço próprio para deixar os telemóveis de toda a família;
  • Crie um ambiente agradável, com temperatura amena e luz reduzida;
  • Se o seu filho ainda fizer sestas controle-as para que sejam feitas no mesmo horário e não excedam uma hora;
  • Procure manter horários de alimentação semelhantes;
  • Incentive o banho à noite, cerca de 20 minutos antes de dormir, pois é uma atividade bastante relaxante e indutora de sono;
  • Dê o exemplo, seja o exemplo: os pais precisam dar o exemplo através de bons hábitos de sono. Quer tenha o mesmo horário de sono do seu filho, quer não, é importante preparar o ambiente (iluminação, barulho…) isto é, preparar a casa para que as crianças durmam nos respetivos horários.

As perturbações de sono afetam tanto o rendimento escolar como o bem-estar da criança e/ou do adolescente e o da sua família. Por esse motivo, se suspeita que o seu filho ou educando se encontra a vivenciar um problema de sono não hesite em procurar a ajuda de um psicólogo.

Quanto mais precoce a identificação e intervenção sobre o problema, mais rapidamente a criança voltará a alcançar o seu bem-estar e menor a possibilidade de danos irreversíveis no seu desenvolvimento.

Um artigo da psicóloga clínica Joana de Almeida.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.