Como chegámos a este ponto? Como pudemos, nós os três, que éramos como um só na infância, afastar-nos tanto uns dos outros? Quando nos tornámos estranhos? O que aconteceu?

A partir de 22 de abril, "Sobreviventes", o romance de estreia do sueco Alex Schulman, promete dar resposta a estas questões, as mesmas que o autor faz sobre a própria infância e a relação com os seus irmãos.

Inspirado na sua própria realidade, Schulman criou uma obra de ficção com duas linhas narrativas que se entrecruzam: uma centrada na infância de Benjamin, Nils e Pierre, três irmãos inseparáveis, e outra no presente, em que estes se sentem completos estranhos. Narrada ao contrário, do fim para o começo, a trama presente confere à obra um dramatismo e uma aura de mistério que prende o leitor até ao final.

Quem é Alex Schulman?

É um escritor e jornalista sueco. É autor do maior podcast semanal da Suécia, Alex & Sigge, e colunista do jornal Expressen.

Schulman teve a sua estreia literária em 2007, e desde essa data escreveu quatro livros autobiográficos, todos eles bestsellers, um dos quais foi distinguido como Livro do Ano na Suécia em 2017.

Sobreviventes, o quinto livro e primeiro romance de Alex Schulman, marca a sua estreia internacional. Os seus direitos foram vendidos para mais de 30 países.

No romance, o falecimento da mãe do narrador desperta velhos traumas e revela uma família que se desmorona na sequência de uma tragédia. Benjamin viaja com os irmãos até à casa de férias da família para cumprir o último desejo da mãe: depositar as suas cinzas junto ao lago. Aos quilómetros percorridos na estrada, os três somam uma viagem através do tempo, criando pontes entre a atualidade e a época em que lutavam pela atenção do pai e pelo amor da mãe.

Na realidade, Alex Schulman e os seus irmãos também passavam férias numa casa de campo no Norte da Suécia, e tal, como no livro, encontraram uma carta deixada pela mãe no seu apartamento onde se reuniram uma última vez para escolherem os objetos que queriam guardar. E, tal como os protagonistas de Sobreviventes, também eles se afastaram e se foram tornando estranhos. O autor revela até que a ideia para este romance surgiu quando, num raro convívio com os seus irmãos, percebeu que um deles tinha terminado uma relação de longa data seis meses antes, sem que ele suspeitasse de tal desenlace.

Presença constante no top de vendas da Suécia, onde já vendeu mais de 125 mil exemplares desde o lançamento, em setembro de 2020, e com uma excelente receção nos países vizinhos, Sobreviventes captou a atenção internacional e será publicado em mais de 30 países.


Título: Sobreviventes

Autor: Alex Schulman

Tradução: João Reis

Páginas: 224

PVP: 16,60€

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.