“Serei o que me deres... que seja amor” é o lema da campanha da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens para o mês de abril, Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância, e convida a sociedade em geral para que, no dia 30 de abril, dê visibilidade à iniciativa colocando um laço azul à janela, num momento em que Portugal enfrenta a pandemia do novo coronavírus.

“Num período em que estamos a exercer uma parentalidade fechada em casa, é ainda mais importante chamar à atenção para as marcas que os maus-tratos deixam na vida das crianças e jovens, a curto, médio e longo prazo”, refere Rosário Farmhouse na sua mensagem.

A presidente da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens defende que é importante estabelecer mecanismos alternativos para garantir que o seu bem-estar seja sempre acompanhado e verificado, mesmo perante todas as restrições que Portugal está a viver.

“É o desafio que todos temos em mãos”, refere, apelando a toda a sociedade para que não fique indiferente ao que se passa a seu lado.

A pandemia de covid-19, defende, é uma prova de fogo à capacidade de estar atento, aceitar, resistir, dar, amar, princípios fundamentais de uma sociedade cuidadora, que deve começar em cada uma das famílias.

“Para aquelas que são mais frágeis e que, por vezes, não têm condições para cuidar de forma saudável das suas crianças, o Sistema de Promoção e Proteção português, está particularmente empenhado e atento a quaisquer situações de perigo que possam surgir”, garante.

Para Rosário Farmhouse é agora ainda mais importante continuar a alertar para a importância da prevenção dos maus-tratos na infância.

O Mês Internacional da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância surgiu depois de uma norte-americana (Bonnie Finney) ter amarrado uma fita azul na antena do carro, em homenagem ao seu neto, vítima mortal de maus-tratos.

Com esse gesto, quis “fazer com que as pessoas se questionassem” sobre a gravidade destas situações.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.