A família real britânica estará a preparar um plano para reagir aos 'estragos' feitos pelo novo livro de Omid Scobie, especialista em realeza.

Um erro na edição holandesa fez com que fossem revelados os nomes de quem, alegadamente, fez comentários racistas sobre Archie, filho mais velho do príncipe Harry e de Meghan Markle.

Essas duas pessoas seriam o rei Carlos III e a princesa Kate Middleton.

"Irão acontecer conversações e serão tomadas decisões com cuidado, tempo e profissionalismo, em vez de ser à pressa num fim de semana", notou uma fonte do Telegraph.

Segundo a publicação, assessores do palácio ir-se-ão reunir para discutir "todas as opções" em relação a tais acusações.

Recorde-se que foi Meghan Markle quem revelou os comentários, numa entrevista que deu juntamente com Harry a Oprah Winfrey. Segundo a duquesa de Sussex foi levantada a questão do quão "escura" seria a pele do filho quando ainda estava grávida.

Leia Também: Carlos III terá sido uma das pessoas que questionou "cor de pele" do neto

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.