Éder Lopes não ficou calado depois da mensagem se Susana Torres, sua ex-coach, onde acusa o antigo jogador da seleção nacional de "ingratidão".

Numa mensagem que Éder publicou na sua página de Instagram esta segunda-feira, destacou que no final do jogo em que Portugal ganhou o Campeonato Europeu em 2016, quando marcou o golo da vitória, "agradeceu a Susana Torres com quem trabalhava na altura".

"Fi-lo (e voltaria a fazê-lo) porque acredito que devemos ser gratos, e quis retribuir essa ajuda, contribuindo também para o sucesso profissional da Susana. Fico, por isso, perplexo quando vejo agora Susana Torres a acusar-me de ingratidão", confessou.

Éder recordou que "deixou de trabalhar com a mental coach em outubro de 2016, quatro meses depois do Campeonato Europeu". "Percebi que já não tínhamos o mesmo objetivo: eu queria concentrar-me na minha carreira de futebolista e a Susana queria que eu pedisse folgas ao meu treinador para vir a Portugal dar entrevistas para promover o seu trabalho (incluindo o livro para o qual cedi a minha imagem e história, sem receber um cêntimo em troca)", contou.

Éder frisou que "não se arrepende de nada do que fez nessa altura". No entanto, admite que "talvez tenha sido ingénuo".

"Aquilo que assisti nos últimos anos foi um aproveitamento da minha história por parte da Susana Torres, apropriando-se inclusivamente daquele golo no final do Euro de 2016. Fala dele como sendo dela", afirmou de seguida, acrescentando que Susana Torres tem vindo a "adicionar cada vez mais mentiras a seu respeito".

"Numa delas, em que se apresenta como 'maior coach de alta performance da europa' disse, entre outras coisas, que lhe pedi para ir jogar para Barcelona. É falso (quem me conhece sabe que sempre fui um jogador humilde e com os pés assentes na terra). Que o Fernando Santos me prometeu que eu iria entrar num determinado jogo. É falso (basta perguntarem ao mister se isto alguma vez aconteceu)", enumerou.

"Que a Susana me mandou procurar clubes europeus em zona de despromoção, e que eu próprio liguei para oito treinadores e ouvi 'não' de todos, menos de um. É falso (e qualquer pessoa que entenda o mínimo de futebol profissional sabe que isto não acontece). Que o treinador que me aceitou na sua equipa combinou comigo que eu faria três jogos a titular, e se corressem bem ficava na equipa. É falso (é perguntar a esse tal treinador)", continuou.

"Que fui ganhar dois milhões de euros para Inglaterra. É falso (e facilmente comprovável). Que lhe liguei a chorar. É falso. Esta última, apesar de ser uma invenção bastante reveladora do carácter da Susana Torres, é a que menos me belisca. Não chorei, mas ainda que tivesse chorado, seria legítimo da parte de um profissional de coaching fazer esse tipo de revelação acerca dos seus clientes? Onde ficam a confidencialidade e a ética no meio disto?", destacou.

"A Susana Torres parece achar que por termos trabalhado juntos tem o direito de passar o resto da vida a distorcer a minha história, para dela tirar proveito", lamentou.

Éder diz que manteve-se em silêncio "nos últimos sete meses" e que "Susana Torres podia ser-lhe grata" por isso mesmo.

"Acredito até que as invenções tenham vindo a ser cada vez mais exageradas porque a Susana acreditou, conhecendo o meu perfil, que eu nunca a desmentiria. Acontece que, há dias, num programa da rádio Renascença, fui confrontado com algumas das declarações que a Susana fez sobre mim. Tive, obviamente, que dizer que são falsas", escreveu.

Leia Também: Éder Lopes desmente declarações de ex-coach: "Completamente descabido"

"Ser grato é permitir que a outra pessoa minta a nosso respeito? Não creio. Não tenho qualquer interesse em alimentar guerras nas redes sociais, pelo que esta será a primeira e última publicação que faço sobre este tema", garantiu.

Antes de terminar, disse para Susana Torres: "Pode continuar a fazer vídeos e a tentar manipular a opinião das pessoas como entender, essa é mais a área da especialização dela, não a minha. Estarei sempre agradecido pelo processo de coaching que fiz com a Susana Torres, num período difícil da minha carreira, mas a Susana como pessoa já perdeu o meu respeito há muito tempo".

Leia Também: Ex-coach acusa Éder de ingratidão, nega mentiras e revela "a verdade"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.