A conversa aconteceu na Altice Arena, em Lisboa, durante os ensaios finais do concerto do irmão mais novo, David Carreira, no dia 30 de novembro de 2019. Na altura, Sara Carreira tinha acabado de lançar "Sentimento", uma das canções que integram o EP "Metade". Quando foi abordada pelo Modern Life/SAPO Lifestyle, sorriu timidamente e perguntou à mãe, em francês, se podia conceder a entrevista. Fernanda Antunes anuiu. Uma semana após a morte da cantora aos 21 anos, as declarações, até agora, inéditas.

Numa reportagem televisiva, foi filmada a ter o primeiro contacto com a versão em CD do seu novo EP e emocionou-se quando pegou nele pela primeira vez. O que é que sentiu na altura?

Foi, sem dúvida, um momento incrível! Foi a primeira vez que estive em contacto com o meu trabalho fisicamente. Até então, estava um bocadinho perdida, não sabia muito bem como é que as coisas iriam ficar. Foi uma sensação incrível. Chorei um bocadinho... [sorri timidamente]

Acaba de lançar um novo single, "Sentimento". O que é que essa canção representa para si?

É uma música muito especial, sem dúvida. Acho que é a mais especial do EP inteiro. A mais biográfica, a mais verdadeira. E por isso é que também fiz questão que saísse aquando do lançamento do EP. Está a correr muito bem. Estou muito feliz e, em breve, vamos ter mais novidades...

É uma das convidadas do concerto do seu irmão esta noite aqui na Altice Arena. Faltam poucas horas. Está nervosa com a subida a este palco?

Estou. Ainda por cima, vamos ter um momento muito especial, que sou eu a descer do teto, literalmente. Vai ser difícil, porque eu tenho vertigens, mas vai ser muito especial e estou ansiosa por esse momento.

Esta sala de espetáculos é como se fosse a minha segunda casa. Desde pequena que venho aqui com a minha família e sinto-me sempre muito bem aqui...

Enchê-la em nome próprio é um sonho?

É, sem dúvida alguma! Mas é um sonho que eu sinto que ainda está longínquo, como é óbvio, porque ainda estou no início da minha carreira...

Aproxima-se o Natal, costuma fazer as compras natalícias antecipadamente ou, como a maioria dos portugueses, deixa tudo para os últimos dias?

Eu, por acaso, sou aquela pessoa que deixa tudo para a última, mas já estive a pensar e tudo o que vou dar à minha família são presentes sentimentais e não coisas materialistas. Pretendo oferecer-lhes presentes que nos permitam estar mais vezes juntos.

E, da sua família, qual é que é a pessoa para quem tem mais dificuldade em comprar um presente?

Para todos! [risos] São todos complicados mas acho que, mesmo assim, se calhar... [faz uma pausa] Ai, são todos! Não consigo escolher um...

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.