Meghan Markle tem sido o centro das atenções por parte da imprensa cor-de-rosa britânica nos últimos dias, mas não pelos melhores motivos. A mulher do príncipe Harry tem sofrido uma série de acusações por parte de especialistas que dão conta que o seu comportamento ‘diva’ não a tem deixado bem vista.

Comentando o assunto, em declarações ao jornal Daily Mail, Patrick Jephson, que chefiou a equipa que trabalhava diretamente com a princesa Diana, afirmou: “Dica das boas para os empregados dos Sussex: quando a minha antiga chefe, princesa Diana, ia a Wimbledon em nome próprio, ela tinha consciência que na verdade iria ser alvo de uma sessão fotográfica. A Diana normalmente não levava empregados com ela”, sublinha.

“Comparativamente com as imagens que temos visto da duquesa de Sussex com as duas amigas, como se fossem uma espécie de sobreviventes num barco salva-vidas, sozinhas no meio de uma área de cadeiras vazias descrita como ‘zona de exclusão’”, nota, acrescentando que os conselheiros reais deverão intervir de imediato para mudar a situação a favor dos duques.

Notícias ao Minuto

Meghan Markle no torneio de Wimbledon com duas amigas© Getty Images

Neste sentido, Patrick considera que Meghan “está a testar os limites” do público e que, por isso, terá sido aconselhada a agir como Diana e a envolver-se mais com as pessoas comuns.

Leia Também: O apelido insólito de Meghan Markle após polémicas sobre privacidade

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.