Luciana Abreu não parece disposta a facilitar a vida a Yannick Djaló no processo de divórcio que corre no Tribunal de Família e Menores de Cascais e exige do jogador do Benfica uma pensão de dez mil euros para ela e para as duas filhas do casal, Lyonce, de um ano e meio, e Lyannii, de três meses.

A imprensa de hoje adianta, ainda, que a cantora exige que o jogador veja as filhas exclusivamente em sua casa, até que completem seis anos de idade, uma condição que considera fundamental por causa da exposição mediática de Djaló.

A pensão mensal de dez mil euros divide-se em três partes, sendo a maior fatia de sete mil euros para a cantora e os restantes três mil a dividir pelas duas filhas.

Luciana acusa o ex-marido de “não dar atenção à família, gastar muito dinheiro, querer que ela ficasse em casa a tomar conta das filhas e não aceitar que continuasse com a sua carreira”, decisões que terá acatado “por amor”, conforme escreve a revista VIP.

A cantora, que venceu recentemente a segunda edição do programa “A Tua Cara Não Me é Estranha”, na TVI, afirma-se disposta a relançar a sua carreira tendo referido que precisa de trabalhar “para sustentar as filhas pequeninas”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.