A filha de Johnny Depp deu que falar no ano passado, depois de o ator afirmar que apoiava a orientação sexual de Lily-Rose Depp. No entanto, numa entrevista à revista Nylon, a jovem revelou que não percebia por que é que a sua sexualidade era um assunto tão importante.

"Aquilo tudo foi mesmo mal-entendido", afirmou. "Muitas pessoas entenderam como se fosse eu a sair do armário, mas não era isso que estava a tentar fazer. Estava literalmente a fazê-lo para dizer que não temos que rotular a nossa sexualidade", acrescentou.

Lily defende que atualmente é colocada demasiada pressão sobre os jovens, para estarem sempre a dizer o que gostam e o que são. "Se se gosta de uma coisa num dia, tudo bem. E se se gosta de outra noutro dia, tanto faz (…) Não temos que nos rotular porque nada é definitivo", terminou.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.