Kelly Bailey e Lourenço Ortigão já se mudaram para a casa nova que compraram por um milhão de euros no centro da maior cidade do país. O casal de atores, que antes do surto viral de COVID-19 que suspendeu o mundo vivia num hotel da capital e depois se viu obrigado a ir para casa dos pais do artista, nos arredores de Lisboa, pode agora, finalmente, desfrutar das novas condições de habitabilidade. Uma das primeiras refeições foi sushi encomendado ao restaurante Yakuza First Floor de Olivier, um dos favoritos do casal.

Mas não é só por isso que o ator e empresário está contente, como partilhou nas redes sociais. "Dois meses de cadeiras e mesas vazias. Dois meses em que nos reinventámos totalmente, sem deixarmos de trabalhar um único dia, inovando a cada dia com ideias novas e decisões rápidas. Agradeço a toda a equipa do [restaurante] Villa Saboia por conseguir manter de pé o funcionamento deste restaurante, especialmente ao meu irmão Tomás, que insiste em preferir não dormir a ter de despedir alguém ou uma conta para pagar", escreveu.

COVID-19. Como os famosos ocupam os dias em tempo de confinamento
COVID-19. Como os famosos ocupam os dias em tempo de confinamento
Ver artigo

"Foram dois meses de história, que nunca iremos esquecer, que até pode ainda não ter acabado mas que dá hoje um passo importante rumo à normalidade. Não a que vivemos antes, mas a que nos habituámos a aceitar. Estamos abertos, mais unidos do que nunca e preparados para vos receber", anunciou Lourenço Ortigão. "Tragam só a máscara, do resto tratamos nós", garantiu o artista. "O que estou a tentar neste momento é uma luta pela sobrevivência do meu restaurante e das pessoas que lá trabalham. Não é para ganhar dinheiro mas para o manter vivo para pagar os salários no fim do mês", tinha afirmado em março numa entrevista na TVI.

"A pedido também dos nossos clientes, estamos a fazer entregas em casa das pessoas. Tínhamos produtos que vendíamos nas plataformas de home delivery e agora estamos a fazer entregas em casa", revelou, então, o ator, que, ainda assim, à semelhança da esmagadora maioria dos empresários do setor da restauração sofreu perdas de milhares. Pedro Teixeira, Sofia Ribeiro, José Pedro Vasconcelos, Miguel Melo, Rita Ribeiro, Cláudia Vieira e João Alves foram outras celebridades e figuras públicas com espaços que viveram dificuldades.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.