Kate Middleton e o príncipe William falaram sobre a vacina contra a Covid-19 e de como a mesma está a ajudar pessoas de alto risco a retomar as suas vidas.

Esta terça-feira, os duques de Cambridge conversaram com duas pessoas com doenças que os colocam na lista dos mais frágeis relativamente ao novo coronavírus, através de uma videochamada.

Fiona Doyle, que tem asma, e Shivali Modha, que tem diabetes tipo 2, estiveram isolados com as suas famílias durante o ano passado e agora são prioritários na vacinação contra a doença.

Doyle e Modha partilharam as suas experiências perante a pandemia com Kate e William - que se isolaram durante grande parte do ano com os três filhos na casa de campo, em Norfolk, Amner Hall.

"Sempre fui uma pessoa que realmente acredita nas vacinas, na ciência e na medicina", disse Doyle aos duques. "Acho que é a melhor maneira de olhar para a frente para ter um futuro muito melhor e voltar à normalidade. Espero que o maior número de pessoas possível, quando forem chamadas para isso, aceitem... É bom saber mentalmente que tens essa camada de proteção", acrescentou.

"Acho que é importante avançarmos agora e tenho esperança de que cada vez mais pessoas percebam o quão importante é serem vacinadas. E como temos a sorte de podermos ter acesso a ela", destacou Modha.

Um momento que foi partilhado na página oficial de Instagram de Kate e William. Veja abaixo:

Leia Também: Covid-19: Rainha de Inglaterra encoraja pessoas a tomar a vacina

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.