Recentemente aconteceu o momento tão esperado pelos admiradores da família real britânica, em particular de Harry. O príncipe apareceu pela primeira vez em público, juntamente com a namorada Meghan Markle, no evento dos Invictus Games, em Toronto, Canadá.

Os dois foram fotografados em momentos de cumplicidade e chegaram mesmo a dar as mãos. No entanto, este gesto, que não parece ser nada de anormal para as pessoas comuns, para a realeza tem um significado bastante específico.

“Quando surgem viagens para lugares como a Índia, tecnicamente o casal está a representar a monarquia britânica”, explica a especialista em protocolo real, Myka Meier. “O casal terá de mostrar pouca cumplicidade, ou mesmo nenhuma, para mostrar o lado mais profissional das suas posições”, acrescenta.

O facto de Harry e Meghan Markle não serem casados faz com que o dar as mãos se torne numa questão ainda mais real – ou seja, os dois não apenas quebraram o protocolo num evento oficial, como também o fizeram antes do casamento.

Apesar de parecer antiquado para grande parte das pessoas, a verdade é que a regras dentro da família real continuam a existir.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.