Seguindo o exemplo das fundações de artistas como Jay Z, Meek Mill e Bob Kraft, a Ray of Light Foundation, a fundação criada por Madonna, associou-se à Reform Alliance, uma organização que tem por missão mudar o sistema de justiça norte-americano. A cantora, compositora, atriz, realizadora e empresária vai financiar 100.000 máscaras. Metade serão distribuídas aos presos e aos funcionários da cadeia de Cook County, duramente atingida pela pandemia, com sete mortos e centenas de infetados registados.

Dessas, algumas serão também entregues a uma instituição correcional estatal do Illinois. 20.000 serão enviadas para um estabelecimento prisional da Louisiana e as restantes 30.000 serão divididas pela prisão de Vacaville na Califórnia, pela instituição correcional FCI Ray Brook em Nova Iorque e pelo departamento policial de Suffolk no Massachusetts, nos EUA. "É preciso proteger os presos e os funcionários das prisões. São vidas que estão em jogo", justifica a intérprete de sucessos globais como "Vogue".

Para além de já ter doado um milhão de dólares, cerca de 930.000 euros, à Bill & Melinda Gates Foundation, para financiar o projeto de investigação científica que procura encontrar urgentemente um tratamento para a COVID-19, a cantora americana de 61 anos também cedeu a casaca de inspiração militar que usou em Lisboa e nas restantes cidades onde apresentou a última digressão de promoção do disco que compôs e gravou em Portugal, que pode (re)ver de seguida, para um leilão solidário.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.