O cantor popular Leandro é um dos entrevistados que protagoniza uma das três capas da revista 'Cristina' no mês de maio

Num testemunho emocionante que, segundo Cristina Ferreira, o deixou em lágrimas, Leandro recordou com saudade a sua mãe. “A minha mãe morreu no dia em que discutimos”, cita a apresentadora na capa da sua publicação.

Além de ter falado sobre este momento difícil da sua vida, o artista quebrou ainda o silêncio sobre as acusações de violência doméstica de que foi alvo no passado.

"Durante muitos anos fui o herói de muitos sorrisos, o ombro amigo de muitas tristezas, mas muitas destas pessoas não deram o devido valor", escreveu o cantor na sua página oficial de Facebook, referindo-se à sua entrevista à publicação de Cristina Ferreira.

"Hoje, aos 31 anos, e com muita mágoa venho falar pela primeira vez de toda a verdade existente de um filme em que me vi envolvido durante muitos anos, sendo eu o ator principal com um papel de vilão, agressor...", afirma Leandro, que em 2013 foi acusado de violência doméstica por Sury Cunha, mãe do seu filho. "Decidi abrir o livro que tinha fechado e libertei o meu coração, aquele que chorou noites, dias e foi obrigado a ter que viver com uma grande dor para que muitos outros tivessem um minuto de fama..", lamenta.

Por fim, o interprete de 'Que mal te fiz eu' agradece à apresentadora, que define como sua madrinha, pela oportunidade de "libertar o que poucos conheciam, mas muitos não sabiam".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.