A causa social a que Dwayne Johnson mais se dedica é a prevenção do suicídio e não é por acaso. Esta quinta-feira, o ator partilhou uma fotografia nas redes sociais, em que mostra as gravações de uma série de que faz parte e que ocorreram num cemitério.

“Deixou-me a pensar acerca de quantos de nós é que já fomos afetados por suicídios de amigos e amigos. A luta e a dor são reais”, referiu o artista de 45 anos aos seus seguidores de Instagram.

Entretanto, ‘The Rock’ relembrou o dia em que impediu a sua mãe de se suicidar: “A minha mãe tentou matar-se quando eu tinha 15 anos. Ela saiu do carro numa auto-estrada e caminhou em direção ao trânsito. Grandes camiões e carros afastavam-se para não bater nela. Agarrei-a e puxei-a para trás das barreiras da estrada. O que é mais intrigante é que ela não se lembra disso até hoje. Se calhar é melhor não se lembrar”, confessou.

Dwayne aproveitou assim a ocasião para lembrar que é sempre preciso ter o máximo de atenção à dor do outro, de forma a sempre relembrá-lo que não está sozinho.

De recordar que na última entrevista que o ex-lutador deu sobre o assunto – num programa de Oprah Winfrey - revelou que a tentativa de suicídio se deu numa altura em que os pais estavam a passar por uma fase muito difícil do seu casamento. Na época foram almoçar a um restaurante e lá tiveram uma grande discussão. No regresso a casa, o ator foi no seu carro (porque já tinha carta de condução) e os seus pais iam à frente dele.

“O carro deles começou a desviar-se e eu percebi logo que estavam a discutir (…) ela estava com um olhar vidrado que nunca tinha visto antes”, descreveu na altura.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.