Foi através de uma mensagem que publicou na sua página de Instagram que Conceição Queiroz se despediu publicamente de Rogério Samora.

A jornalista - que segundo a TV 7 Dias manteve um romance com o ator durante cerca de um ano e com quem mantinha uma relação muito próxima - quebrou o silêncio e lamentou a perda, ficando agora com as boas recordações.

"Amado Rogério. Claro que não tenho palavras. Mas cada momento fica aqui... fica aí. Energia e frontalidade. Persistência, delicadeza", começou por dizer.

"Não li o teu último texto. Disse-te: vemos isso na próxima semana. Agora não consigo. Estou cheia de trabalho. Tu: tens de abrandar. Não vais ver o texto nunca, por este andar. E realmente já não fui a tempo", lamentou.

"A vida antecipou-se e eu não me perdoo. São demasiadas memórias. Todas boas. Todas nossas. Nunca publiquei as nossas fotos, não vou fazê-lo agora. Ficam apenas estas duas, uma vez que a imprensa já as tinha encontrado. E tu adoravas estas imagens. E tu fizeste-me mais confiante. E tu compreendias as minhas lutas. E tu pediste-me que fosse até ao fim, recentemente, num processo difícil que tive em mãos. Deixa-me dizer-te: fiz isso, Rogério. Fiz isso. Fiz mesmo. Não desisti. Continuarei a ser resistência. Até já", destacou de seguida.

Antes de terminar a publicação, deixou ainda duas notas. "1) A tua capacidade de amar sem complicar, praticamente não se vê. A de cuidar incondicionalmente também não. Há até quem aposte na intelectualização das relações. Vê tu.

2) O teu mano Carlos Samora [primo de Rogério Samora] é incansável. Foi sempre. Desde o primeiro segundo. 148 dias e ele na linha da frente. Exemplar, enfrentou a burocracia de um país que não está preparado para situações excecionais. 148 dias avassaladores, em plena pandemia e o nosso Carlos, dominado pela natural exaustão, não vacilou, moveu montanhas, num processo tão desgastante. Falávamos em heróis sem capa. Lembras-te? Digo-te então que o Carlos personifica essa imagem que não se apaga. Precisava que soubesses", escreveu, rematando com um "beijo (e)terno".

Rogério Samora morreu esta quarta-feira, 15 de dezembro, depois de ter sofrido uma paragem cardiorrespiratória durante as gravações da novela 'Amor Amor', da SIC, em julho. Estes últimos meses foram de luta e foi o primo, Carlos Samora, quem o acompanhou nos seus últimos momentos de vida.

Logo após a sua partida, foram muitas as homenagens que se espalharam pelas redes sociais e onde vários artistas lamentaram a perda do ator que contava com mais de 40 anos de carreira.

Leia Também: Rogério Samora, o ator de teatro e cinema que a televisão tornou familiar

Entre as publicações que foram feitas no Instagram, a ex-namorada Mafalda Rodiles foi um dos nomes que reagiram à partida do artista.

Leia Também: "Que enorme perda": Continuam as reações à morte de Rogério Samora

A SIC e a TVI também enviaram um comunicado onde lamentaram a morte de Rogério Samora. E entre os muitos amigos que lhe prestaram um tributo está também Rita Loureiro, que não conseguiu conter as lágrimas, Carlos Avilez, Manuel Luís Goucha, Ruy de Carvalho e Júlia Pinheiro, que recordou a viagem que a aproximou de Rogério Samora.

Leia Também: Daniel Oliveira destaca "ano trágico" para a SIC após morte de atores

Por sua vez, Carla Andrino falou do momento em que recebeu a notícia da morte de Rogério Samora. Já Oceana Basílio recordou o último telefonema ao ator. José Raposo também reagiu à morte do colega e amigo, recuperando na sua página de Instagram a "última cena do Rogério" na novela 'Amor Amor'.

Leia Também: "Ficam as memórias, não só de um grande ator como de um grande homem"

Leia Também: Rogério Samora. Ator morreu demasiado cedo e o vazio que deixa é real

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.