"Um projeto muito especial" fez Catarina Raminhos ir "literalmente" ao baú das fotos dos seus pais e rever fotografias antigas. Imagens que a fizeram recordar uma adolescência marcada por várias fragilidades, nomeadamente no que ao seu corpo diz respeito.

"Encontrei esta [foto], que deve ser de 1995 ou 96. E senti vontade de conversar com esta miúda, que era bonita à sua maneira e que achava que não era de maneira nenhuma. E, por isso mesmo, se encolhia toda na hora de tirar uma foto em fato-de-banho (sim, que ela não usava biquíni!)", começa por contar a esposa de António Raminhos na legenda da imagem que recorda a Catarina adolescente e insegura.

Por fim, o conselho a todas as meninas que se sentem tão inseguras como Catarina já se sentiu em outras alturas da sua vida: "Senti vontade de lhe dizer que importa muito mais tudo aquilo que somos do que a mera ideia daquilo que os outros possam pensar de nós. Se fosse minha filha era o que eu lhe dizia. Mas não é. Sou eu - uma que já só existe assim, como recordação doce, que merece o meu olhar demorado e a minha admiração pela miúda que era na altura sem ter noção - e pela forma como ela cresceu. E isto não é prepotência ou vaidade. É caminho feito", completa.

Leia Também: Júlia Pinheiro critica piada de António Raminhos: "Um pouco machista"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.