"Ontem foi Dia Mundial da Poesia e Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial", foi desta forma que Catarina Furtado começou uma publicação na sua conta de Instagram onde declama um poema de António Gedeão, Lágrima de Preta.

"Há dias que são todos os dias.
Não me sinto atrasada porque atrasada está a mentalidade de um mundo gigante de pessoas.
Que triste fico. Que indignada. Incompreensível", nota.

"Decidi juntar os dois dias e recorri ao poeta e professor português António Gedeão", completa.

Leia Também: "Não suporto pessoas que dizem que são frontais mas que são só brutas"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.