Bruna Polga confessa que está muito triste por ter de deixar Portugal e que a violência existente no Brasil a deixa muito preocupada com o regresso da família ao seu país natal.

O seu marido, o futebolista Anderson Polga, terminou contrato com o Sporting e regressará já na próxima semana ao Brasil, onde continuará a sua já longa carreira.

Bruna Polga, que continuará em Portugal até ao final do ano letivo de Maria Eduarda, de 9 anos, filha do casal, manifesta a sua tristeza com a partida de Portugal.

“Para mim Portugal é a minha primeira casa. Foi aqui que construí a minha família, mas vou acompanhar o Anderson para onde ele for”, revelou Bruna na festa “O Sexo e a Cidade”, que o canal Hollywood promoveu na semana passada em Lisboa.

Igual tristeza parece sentir a filha do casal, que não se conforma: “A Maria Eduarda está muito triste e não tem falado sobre o assunto. Tem chorado muito. Diz que vai ter muitas saudades da escola e dos amigos”, contou a mulher do ex-defesa central do Sporting.

Bruna mostra-se igualmente preocupada com a violência no seu país natal e garante que pretende regressar logo que o marido termine a sua carreira de jogador: “Quando o Anderson se aposentar quero regressar a Portugal ou a um outro país europeu. O Brasil é muito violento e isso deixa-me muito preocupada”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.