Depois de ter dado as boas-vindas à filha Esperança, Sofia Fernandes esteve em direto, do quarto do hospital, n'O Programa da Cristina', esta quarta-feira, 25 de março.

Durante a conversa com Cristina Ferreira, a repórter da SIC explicou que o nome da menina foi escolhido há seis anos. "Decidimos que se tivéssemos uma filha iríamos chamar-lhe Esperança".

Como revelou no momento em que anunciou o nascimento da bebé, Sofia esteve sozinha durante o parto, uma vez que o marido, José Barbosa, não esteve presente por causa da pandemia do novo coronavírus. Esta foi uma medida adotada para proteger as famílias e os bebés.

"É um bocado estranho", afirmou, ao falar do facto de ter estado apenas com os profissionais de saúde na sala de partos. "Sobretudo para quem vai ser mãe pela primeira vez, de repente, tens de ir sozinha... No outro dia estava a conversar com a Carolina Patrocínio e até ela estava em stress com a possibilidade de ir sozinha, e é o quatro filho...", acrescentou.

Sofia contou ainda que o marido já teve a oportunidade de ver a filha, uma vez que ficou à espera que esta nascesse no quarto do hospital.

"Só que com tudo isto, os nossos planos de ter a prima que o Sebastião [filho mais velho do casal, que tem quatro anos] mais gosta com ele e a família foram por água abaixo porque temos de estar em isolamento", desabafou.

A mamã 'babada' revelou ainda que a bebé nasceu com 3.430kg e "é parecida com o irmão, Sebastião, mas uma versão mais rechonchuda".

Antes de terminar, Sofia quis deixar uma mensagem a todas as mulheres que vão ser mães nesta fase da pandemia. "Estas regras são para a segurança de todos. É um sacrifício, é duro, mas é para um bem maior", destacou.

Leia Também: Já nasceu! Marido de repórter da SIC não viu o parto devido à Covid-19

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.